Faixa publicitária
Ao nível do Município da Matola: Já arrancou o Metrobus
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Economia
Escrito por www.fimdesemana.co.mz  em 07 Fevereiro 2018
Share/Save/Bookmark

Foto de Fim de SemanaCom o propósito de contribuir para a mobilidade urbana, bem como reduzir a demanda pelos serviços de transporte, arrancou esta terça-feira, 6 de Fevereiro, a implementação da primeira fase do projecto de sistema integrado de transporte, o Metrobus, ao nível do Município da Matola.

Com efeito, o projecto entrou em actividade a partir das estações da Matola-Cidade (Frigo) e da Machava-Sede, tendo sido em cada uma delas alocadas, logo nas primeiras horas do dia, duas automotoras de transporte de passageiros com destino à estação central, na baixa da Cidade de Maputo.

Comentando a respeito da operacionalização do projecto a nível da Matola, o presidente do Conselho de Administração (PCA) da Sir Motors, empresa que está a implementar o Metrobus, referiu que espera contribuir para a solução da mobilidade na área metropolitana de Maputo.

Conforme assegurou Amade Camal, a expectativa em torno do arranque deste projecto, no Município da Matola, é enorme, “até porque estamos ansiosos em saber até que ponto iremos satisfazer a procura pelos serviços de transporte”.

Depois de analisar a situação da mobilidade na chamada Região do Grande Maputo, que também envolve as áreas da Matola, Boane e Marracuene, Amade Camal avançou que há, por parte dos cidadãos, uma grande procura de soluções de transporte para a cidade de Maputo e, deste ponto, para as zonas metropolitanas. Em função disso, reconheceu que “estamos convictos de que vamos contribuir com esta solução, que é o projecto Metrobus”.

Num outro desenvolvimento, Amade Camal aproveitou a ocasião para avançar que, com o arranque das operações do Metrobus na Matola, a capacidade instalada para o transporte passa a ser de 30 mil pessoas por dia, sendo que, na segunda fase que arranca em Junho, a mesma passará a ser de 50 mil pessoas por dia.

O arranque oficial do Metrobus, a nível da Matola, nomeadamente nas estações da Machava-Sede e da Matola-Cidade (Frigo), foi testemunhada pelo vereador da Área de Transportes do Conselho Municipal daquela urbe, Joaquim Mundlovo, que na ocasião assegurou que os residentes da Matola estão bastante satisfeitos com a chegada deste projecto.

“Estamos de parabéns pela chegada deste grande projecto, que irá contribuir sobremaneira para o transporte de passageiros da Matola para os seus destinos diários. Portanto, é bem-vindo o Metrobus”, manifestou Joaquim Mundlovo.

Quem também ficou satisfeito com a chegada do Metrobus foi Staut Malinjane, residente na Matola e trabalhador na cidade de Maputo que, tal como os outros, teve também a oportunidade de fazer a sua primeira viagem ao seu local de serviço, na manhã de terça-feira, 6 de Fevereiro. “É uma iniciativa de louvar e de se tirar o chapéu. O Metrobus veio para nos ajudar, visto que temos passado mal nas paragens, que ficam mais cheias a cada dia que passa”, assumiu.

Depois de reconhecer que o transporte é o principal problema dos citadinos da Matola, Staut Malinjane referiu que, com este projecto da Sir Motors, “penso que o problema do transporte será minimizado e, sobretudo, na redução das enchentes nas paragens”.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom