Faixa publicitária
Empresa agrícola interessada na cultura de milho e algodão no país
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Economia
Escrito por Hermínio José  em 14 Setembro 2012 (Actualizado em 15 Setembro 2012)
Share/Save/Bookmark

Mais culturas de soja, milho e algodão estão a ser praticadas no distrito de Gurué, província da Zambézia, a partir de um projecto da Agromoz Moçambique em vias de expansão para outras regiões nacionais.

A Agromoz é uma sociedade comercial moçambicana dos grupos Américo Amorim (Portugal), Intelec (Moçambique) e Pinesso (Brasil).

O seu representante, Barnabé Zandamela, disse ao @Verdade que a implementação daquelas culturas foi antecedida por algumas experiências na província de Nampula, as quais indicaram que o país oferece condições climáticas favoráveis para uma agricultura rentável e destacável na África Austral. Mas antes é preciso conjugar os aspectos climatéricos e logísticos.

Zandamela referiu que o projecto, lançada em Julho passado, pretende estimular a agro-indústria nacional através da produção mecanizada e sustentável. A cultura prioritária é de soja por causa do seu alto rendimento.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom