Instituições do Estado devem mais de 2 biliões de meticais à Electricidade de Moçambique
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 10 Agosto 2017 08:45

Foto de Adérito CaldeiraA dívida dos clientes da Electricidade de Moçambique(EDM) triplicou entre 2015 e 2016, embora mais de metade seja da Zâmbia Electricity Supply Corporation (ZESCO) perto de 2 biliões correspondem a facturas não pagas por várias instituições do Estado com destaque para o Ministério da Defesa, o Fundo de Investimento e Património do Abastecimento de Água, os Aeroportos de Moçambique, a Rádio Moçambique, as Administrações Distritais ou o Ministério da Saúde.

Continuar...
 
Inhambane vergastado por mais um acidente de viação horroroso que deixa seis óbitos e 28 feridos
Escrito por Emildo Sambo   
Quarta, 09 Agosto 2017 07:40

Foto de Cidadão RepórterSeis pessoas morreram e outras 28 ficaram feridas, das quais 10 em estado grave, em consequência de um terrível acidente de viação ocorrido na madrugada de terça-feira (08), no distrito de Vilankulo, província de Inhambane, envolvendo um autocarro de passageiros e um camião. O desastre aconteceu quase no mesmo local onde há um ano outras 15 pessoas perderam a vida nas mesmas circunstâncias.

Actualizado em Quarta, 09 Agosto 2017 07:52
Continuar...
 
Mais de 10 mil quilómetros de estradas ficaram por asfaltar ou reabilitar este ano em Moçambique devido a crise da Dívida Pública
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 08 Agosto 2017 08:57

Foto de Adérito CaldeiraA crise da Dívida Pública Pública que estamos a viver afectou o plano de asfaltagem, reabilitação e manutenção de mais de 10 mil quilómetros de estradas em Moçambique. Particularmente comprometida estão as estradas regionais, dos 125 quilómetros previstos reabilitar este ano apenas 6,1 quilómetros foram realizados. Além disso dezenas de pontes ficaram por ser concluídas e a manutenção de outras ficou aquém do planificado.

Continuar...
 
Em Moçambique “precisamos de um governo que se demarque claramente, e com acções, da irresponsabilidade financeira do anterior executivo”, economistas do IESE
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 07 Agosto 2017 08:25

Economistas do Instituto de Estudos Sociais e Económicos(IESE) rebatem a tese do Governo de Filipe Nyusi de que a crise económica e financeira que estamos a viver deve-se ao excesso de consumo dos moçambicanos relativamente a nossa capacidade de produção. O excesso de consumo não é de todos os cidadãos mas de “grupos sociais específicos, as oligarquias nacionais e as corporações internacionais” argumentam Carlos Castel-Branco, Fernanda Massarongo, Rosimina Ali, Oksana Mandlate, Nelsa Massingue e Carlos Muianga que concluem em que Moçambique “precisamos de um governo que se demarque claramente, e com acções, da irresponsabilidade financeira do anterior executivo”.

Continuar...
 
Administração da Electricidade de Moçambique teve aumento salarial de 60% auferindo cerca de 1 milhão de meticais mensais
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 04 Agosto 2017 08:42

O Conselho de Administração(CA) da empresa pública Electricidade de Moçambique(EDM) aumentou as suas remunerações, durante o ano passado, em mais de 60 por cento auferindo, cada um dos sete administradores, cerca de um milhão de meticais mensais, num ano em que o aumento aumento salarial decretado pelo Governo para sector foi de 13,3 por cento.

Actualizado em Sexta, 04 Agosto 2017 09:16
Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 9 de 64
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
http://www.Auto-Doc.PT
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.