Presidente de Moçambique atira culpa pelas dívidas ilegais ao Credit Suisse e o Vnesh Torg Bank
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 18 Abril 2018 08:02

Foto da Presidencia da RepúblicaFilipe Nyusi esqueceu de levar na sua viagem à capital do Reino Unido a sua retórica que de Moçambique pode “viver com os recursos de que dispõe internamente” ou o argumento do seu antecessor de as dívidas da Proindicus, EMATUM e MAM foram “medidas de natureza estratégico-militar” para defender a soberania das águas nacionais. “Moçambique levou o dinheiro aonde? Levou dinheiro de algum lado. Então esse lado não tinha a sensibilidade que esse dinheiro é muito, demais, que estamos a dar a um pobre, e que não há regras”, reagiu o Presidente a questões de jornalistas estrangeiros, atirando as culpas das dívidas ilegais para o Credit Suisse e o Vnesh Torg Bank e ignorando que o Governo de que fazia parte é que violou, antes dos bancos, a Constituição da República.

Actualizado em Quarta, 18 Abril 2018 16:04
Continuar...
 
Depois “do Homem Novo” o Governo vai rever o Sistema de Educação em Moçambique para formar “cidadão à altura dos desafios do século XXI”
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 17 Abril 2018 08:07

Foto de Júlio PaulinoDepois da “criação do Homem Novo, construtor da Pátria Socialista” o Governo do partido Frelimo pretende rever o Sistema Nacional de Educação alargando a escolaridade obrigatória até a 9 ª classe, reduzindo o ensino primário para seis classes e iniciando o ensino secundário na 7ª classe, com o objectivo de formar o “cidadão à altura dos desafios do século XXI”. No que a qualidade diz respeito, e embora reconheça a importância da Educação Pré-Escolar na melhoria da preparação dos alunos primários, o Executivo assume não ter dinheiro para torna-lo acessível a todas as crianças moçambicanas.

Actualizado em Terça, 17 Abril 2018 14:47
Continuar...
 
Governo de Nyusi continuar aumentar Dívida Pública Interna, em Março ultrapassou os 107 biliões de meticais
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 16 Abril 2018 07:58

Indiferente aos alertas sobre a insustentabilidade da Dívida Pública, vindos até do Banco de Moçambique (BM)e do Tribunal Administrativa, o Governo de Filipe Nyusi continua a endividar os moçambicanos elevando a Dívida Pública Interna para mais de 107 biliões de meticais. Pior é que parte dessa dívida foi usada para amortizar as dívidas ilegais da Proindicus e da EMATUM e o serviço da dívida em 2018 supera os orçamentos dos sectores de Águas e Obras Pública, Programas de Protecção Social...

Actualizado em Segunda, 16 Abril 2018 08:24
Continuar...
 
Primeiro-ministro volta a mentir aos moçambicanos, o Governo tem pago as dívidas ilegais mesmo enquanto decorrem investigações
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 13 Abril 2018 08:15

Foto do Gabinete do Primeiro MinistroO primeiro-ministro voltou esta quinta-feira (12) a mentir aos moçambicanos quando afirmou que enquanto decorrem os trâmites legais em torno das dívidas ilegais nas instituições da justiça, “não temos estado a efetuar o seu pagamento”. Carlos Agostinho do Rosário é desmentido pelo Tribunal Administrativo (TA) que no seu Relatório sobre a Conta Geral do Estado revela que o Executivo de Filipe Nyusi durante o ano de 2016 privou o povo de cerca de 200 milhões de dólares para efectuar amortizações dos empréstimos da Proindicus e da EMATUM.

Continuar...
 
Sobre elevadas taxas de juro Governador Zandamela admite que “procuramos não entrar em confrontação” com os bancos comerciais
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 12 Abril 2018 07:53

O Banco de Moçambique (BM) anunciou esta quarta-feira (11) uma redução da taxa MIMO e da FPC pela segunda vez este ano. Contudo, e mesmo depois de reduzir a Prime Rate do sistema financeiro, os bancos comerciais continuam a cobrar mais de 30 por cento em taxas de juro aos seus clientes. “A nossa postura tem sido de trabalharmos no sentido de colaboração, procuramos não entrar em confrontação” com as instituições de crédito, admitiu o Governador Rogério Zandamela.

Actualizado em Quinta, 12 Abril 2018 18:14
Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 7 de 78
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
http://www.Auto-Doc.PT
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.