Estratégia de Moçambique para zona de livre-comércio africana é “criar agregados de suplier side para exportar em simultâneo” de África para o mundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Domingo, 16 Junho 2019 22:10

Foto de Adérito CaldeiraA entrada em vigor do Tratado Continental Africano de Livre-Comércio, no próximo mês de Julho, criará um mercado de 1,2 bilião de consumidores no nosso continente, porém para o ministro da Indústria e Comércio de Moçambique, Ragendra de Sousa, o potencial é “criar agregados de suplier side (...) para exportar em simultâneo” de África para o mundo. Mais céptico Kekobad Patel, do sector privado, alertou que “se vamos abrir de qualquer maneira podemos ter problemas como tivemos com a integração na SADC (...) o vizinho mais forte entrou e matou toda indústria”.

Actualizado em Segunda, 17 Junho 2019 08:23
Continuar...
 
Banco Mundial recomenda “eliminar o uso obrigatório dos despachantes aduaneiros” em Moçambique
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 13 Junho 2019 22:20

Banco Mundial, Doing Business subnacional 2019O Banco Mundial avaliou os portos de Maputo, Beira e Nacala e a fronteira de Ressano Garcia e concluiu que Moçambique ainda não atingiu todo o seu potencial de comércio internacional. “Um aspecto é melhorar a infra-estrutura principalmente nos portos, outra área que pode reduzir os custos significativamente é eliminar o uso obrigatório dos despachantes aduaneiros”, assinalou Rita Ramalho, gestora sénior da instituição. Porém Kekobad Patel, da CTA e Administrador da empresa que gere a Janela Única Electrónica, explicou ao @Verdade que o problema “é que nem todos intervenientes no processo estão informatizados como são os casos de alguns ministérios envolvidos no comércio externo”.

Continuar...
 
Daviz Simango candidata-se a Presidente de Moçambique para “acabar com o princípio de que o partido governante é Estado”
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 13 Junho 2019 07:47

Foto de Adérito CaldeiraSem os meios do Estado para transportar os seus apoiantes e realizar uma entrada apoteótica no Conselho Constitucional, Daviz Mbepo Simango submeteu nesta quarta-feira (12) a sua candidatura ao cargo de Presidente de Moçambique e prometeu: “Acabar com o princípio de que o partido governante é Estado, isto é nenhum partido político deve hipotecar ou alienar o Estado moçambicano com risco de perpetuar um Estado falido”.

Actualizado em Quinta, 13 Junho 2019 08:05
Continuar...
 
Economia de Moçambique desacelera para 2,5 por cento no 1º trimestre devido a indústria do carvão
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 11 Junho 2019 21:48

Instituto Nacional de EstatísticaO Produto Interno Bruto (PIB) de Moçambique desacelerou para 2,5 por cento no 1º trimestre de 2019, são menos 1,2 pontos percentuais comparativamente a igual período de 2018 e 0,5 pontos percentuais relativamente ao último trimestre do ano passado. Embora as Contas Nacionais já incluam o mês em que a província de Sofala foi massacrada por um ciclone tropical forte o economista João Mosca ressalvou que “não podemos agora referir o (ciclone) Idai para justificar as todas variáveis macroeconómicas”, e assinalou “um decrescimento do PIB da indústria de extracção mineral”, que no período foi de apenas 2 por cento.

Actualizado em Quinta, 13 Junho 2019 06:28
Continuar...
 
Doing Business difere em cada província pois “maneira de pensar de um empresário de Maputo e de um empresário de Lichinga não é a mesma”
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 11 Junho 2019 07:55

Foto do Ministério da indústria e ComércioO Banco Mundial constatou que a “regulamentação de negócios varia consoante a localização geográfica” em Moçambique, de acordo com Mark Lundell, “os empresários moçambicanos enfrentam diferentes tipos de constrangimentos regulatórios dependendo de onde estabelecem os seus negócios”. Contudo para o ministro da Indústria e Comércio as dificuldades de abrir uma empresa em Nampula, no Registo de Propriedade em Sofala ou na execução de um Contrato em Maputo devem-se: “a maneira de pensar de um empresário de Maputo e de um empresário de Lichinga não é a mesma”.

Actualizado em Terça, 11 Junho 2019 08:17
Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 100
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
UBA Cambio Diario
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.