“Beira é a primeira cidade na história do mundo que foi completamente arrasada pelas Mudanças Climáticas" diz Graça Machel
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 25 Março 2019 07:38

Foto de Adérito CaldeiraGraça Machel declarou sobre o impacto do Ciclone IDAI: “eu tenho a maior dor para dizer que é o meu país e o meio povo que vai ficar na história como tendo sido a primeira cidade a ser devastada completamente pelas Mudanças Climáticas”. A 1ª primeira-dama de Moçambique desafiou ao mundo a preparar-se “para pedidos de assistência de grande escala e de uma sofisticação e complexidade de como é que se reorganiza uma cidade que ficou totalmente arrasada, nunca aconteceu, aconteceu aqui”.

Actualizado em Segunda, 25 Março 2019 08:29
Continuar...
 
Já são 417 os óbitos deixados pelo IDAI em Moçambique; “1 milhão de crianças afectadas e os números vão aumentar muito mais”, alerta UNICEF
Escrito por Adérito Caldeira   
Sábado, 23 Março 2019 12:13

Foto de Adérito CaldeiraAscendeu para 417 o número de vítimas mortais que o Ciclone tropical IDAI, que "massacrou" o Centro de Moçambique no passado dia 14, deixou nas províncias de Sofala, Manica, Tete e Zambézia. Neste sábado (23) o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) revelou que “um milhão de crianças foram afectadas e os números vão aumentar muito mais”. Henrietta Fore, apelou em Maputo ao mundo “agora precisamos para Moçambique de 30 milhões (de dólares norte-americanos)” deixou o alerta: “O mundo não pode pensar que esta é uma crise pontual (...) existe uma crise de curto prazo, mas existem também um crise de longo prazo”.

Actualizado em Sábado, 23 Março 2019 12:45
Continuar...
 
Descoberta das dívidas ilegais da Proindicus, EMATUM e MAM “foram o melhor trambolhão que podia ter acontecido a Moçambique” evidenciam "saco azul" do Governo com 63 biliões de Meticais
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 22 Março 2019 07:42

A descoberta das dívidas ilegais da Proindicus, EMATUM e MAM “foram o melhor trambolhão que podia ter acontecido a Moçambique nos últimos anos” defendeu o Professor Catedrático em Economia da Universidade Eduardo Mondlane (UEM), António Francisco, argumentando tratar-se de uma evidência da desorçamentação “consciente e racional” que os sucessivos governos do partido Frelimo vêm efectuando há duas décadas às Contas do Estado. O mais recente saldo do caixa governamental é de 63,5 biliões de meticais, uma espécie de “saco azul” gerido à margem do Orçamento de Estado.

Actualizado em Sexta, 22 Março 2019 08:36
Continuar...
 
“As pessoas já não levam os corpos para a casa mortuária, ficam com elas” revela deputado Picardo que clama por apoio para quem está no que resta da sua casa
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 21 Março 2019 07:31

Enquanto as equipa de emergência nacionais e internacionais voa e nadam contra o tempo para resgatar cerca de 350 mil moçambicanos que continuam sitiados pelo quinto dia consecutivo nos distritos de Búzi, Chibabava, Nhamatanda e Dondo, na cidade da Beira os cadáveres acumulam-se na casa mortuária diante da impossibilidade de serem realizados funerais. “As pessoas já não levam os corpos para a casa mortuária, ficam com elas” revelou nesta quarta-feira(20) Juliano Picardo, que fez a pé o trajecto entre o distrito de Nhamatanda e a capital da província de Sofala e apelou: “Os apoios estão sendo canalizados para os centros de acomodação, estamos a esquecer que a cidade da Beira é essencialmente urbana”.

Actualizado em Quinta, 21 Março 2019 08:50
Continuar...
 
Milhares sitiados no Centro de Moçambique onde existem mais de 200 mortos; Declarada Emergência Nacional e Luto de 3 dias
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 20 Março 2019 07:34

Cinco dias após o Ciclone tropical IDAI dissipar-se milhares de moçambicanos continuam sitiados nos tectos de casas e em copas de árvores no Centro de Moçambique onde as Bacias do Búzi e Púnguè estão inundadas. Os meteorologistas prevêem que as chuvas fortes, rajadas de ventos e trovoadas severas vão continuar, pelo menos até quinta-feira (21), e sugerem “rezar para que nenhum sistema de baixa pressão se formar”, pois as condições no Canal de Moçambique continuam propícias para mais chuvas intensas. Reunido na destruída cidade da Beira o Conselho de Ministros declarou Emergência Nacional, pela primeira vez na nossa História, e Luto por um período de 3 dias. Existem 202 óbitos confirmados.

Actualizado em Quarta, 20 Março 2019 08:10
Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 95
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
@Verdade
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.