Renamo esperava que a Frelimo tivesse "vergonha para não atingir esta magnitude de fraude" e pede “anulação” das Eleições em Moçambique
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 21 Outubro 2019 00:12

O partido Renamo não vai aceitar os resultados das Eleições Gerais do passado dia 15 de Outubro em Moçambique e já pediu a sua anulação. No entanto o maior partido de oposição não tem provas do “enchimento de urnas e impedimento de eleitores de exercerem os seus direitos cívicos” tendo admitido que tinha a expectativa que o partido Frelimo “teria pelo menos um pouco de vergonha para não atingir esta magnitude de fraude a que se atingiu”. O apuramento parcial da Comissão Nacional de Eleições indica vitória muito folgada de Filipe Nyusi na eleição Presidencial e do partido Frelimo nas Legislativas e Provinciais.

Actualizado em Segunda, 21 Outubro 2019 12:49
Continuar...
 
Observadores estrangeiros consideram Eleição em Moçambique “ordeira”, “calma”, “satisfatória”, “pacífica” e até “transparente”
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 17 Outubro 2019 23:39

Foto do Centro de Integridade PúblicaConvidados pelo Governo da Frelimo, hospedados em hotéis de luxo à beira mar, sem problemas de credenciação, alimentados com camarões frescos e direito a escolta policial para abrir caminho das viaturas de luxo em que se fazem transportar as oito missões estrangeiras que observam as Eleições Gerais do passado dia 15 em Moçambique consideraram que a votação foi “ordeira”, “calma”, “satisfatória”, “pacífica” e até “transparente”. Só faltou saudarem a reeleição de Filipe Nyusi.

Actualizado em Sábado, 19 Outubro 2019 12:00
Continuar...
 
PRM admite baleamento de civil, detidos 98 cidadãos durante a votação e início do apuramento das Eleições Gerais
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 16 Outubro 2019 22:46

A Polícia da República de Moçambique (PRM) em Nampula admitiu que um civil “tentou arrancar uma arma de fogo a um agente da polícia e sem sucesso acabou sendo alvejado” mortalmente elevando para dois os óbitos no pleito desta terça-feira (15). Apesar destas mortes, dos muitos tiros que disparou para o ar, do gás lacrimogéneo que usou e das dezenas de ilícitos eleitorais que resultaram na detenção de 98 cidadãos a PRM avaliou que a votação e início da contagem de votos das Eleições Gerais decorreu “num ambiente de paz e de tranquilidade”.

Actualizado em Quinta, 17 Outubro 2019 07:18
Continuar...
 
Cumprido mais um ritual democrático que não resolve a pobreza presente dos moçambicanos
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 16 Outubro 2019 03:13

Foto de Adérito CaldeiraMoçambique cumpriu mais um ritual democrático nesta terça-feira (15), fazendo fé nas promessas dos políticos o futuro será diferente para melhor. Mas para três raparigas que não fazem parte dos 13,1 milhões de eleitores inscritos o presente é mais urgente. Vivem num passeio a poucos metros de onde são guardados os milhões de dólares das mais-valias sem saberem o que vão comer e representam a maioria das jovens moçambicanas: uma é mãe abandonada pelo pai dos seus filhos, outra padece de tuberculose e é seropositiva enquanto a terceira aguarda por um marido que foi ganhar dinheiro para lhe dar um tecto.

Actualizado em Quarta, 16 Outubro 2019 08:21
Continuar...
 
Eleições Gerais com tudo para não serem justas nem transparentes e degenerarem em novos conflitos em Moçambique
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 14 Outubro 2019 23:18

As eleições Presidenciais, Legislativas e Provinciais desta terça-feira (15) têm todos ingredientes para não serem justas nem transparentes, vão decorrer em ambiente de guerra, na Província de Cabo Delgado, e possuem também potencial de gerarem novos conflitos após a divulgação dos resultados. Porém se todos os 13.161.063 eleitores inscritos exercerem o seu dever cívico, particularmente os mais jovens, a ditadura parlamentar que tem governado Moçambique poderá ser equilibrada.

Actualizado em Terça, 15 Outubro 2019 07:31
Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 109
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
http://www.Auto-Doc.PT
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.