Munícipes de Maputo consideram que a Polícia está a perder prestígio devido à criminalidade
Escrito por Intasse Sitoe   
Sexta, 22 Maio 2015 07:47

Alguns residentes da capital moçambicana, onde os crimes tais como sequestros e baleamentos são perpetrados em plena luz do dia perante uma aparente inacção das autoridades da Lei e Ordem, consideram que os 40 anos de criação da Polícia da República de Moçambique (PRM), devem ser comemorados sem muita euforia em resultado de a criminalidade estar a recrudescer e a tirar o sossego à sociedade.

Continuar...
 
Zuma veio a Moçambique com lágrimas de crocodilo mentir sobre a xenofobia
Escrito por Redação   
Quinta, 21 Maio 2015 08:22

O Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, desculpou-se ao seu homólogo Filipe Nyusi, pelos ataques xenófobos no seu país, que causaram a morte a cidadãos estrangeiros, incluindo ao moçambicano Emanuel Sithole, agredido e esfaqueado, a 18 de Abril último, e vários danos no bairro de Alexandra, em Johannesburg. Porém, ele mentiu, descaradamente, ao afirmar que “os povos da África do Sul e Moçambique (...) nunca tiveram problemas” semelhantes aos recém-registados. Em 2008, devido a actos xenófobos, foram mortas de sessenta e duas pessoas entre elas Ernesto Nhamuave, um cidadão moçambicano que foi queimado vivo.

Actualizado em Quinta, 21 Maio 2015 17:06
Continuar...
 
Governo moçambicano endivida-se mais mas o acesso a serviços básicos continua precário
Escrito por Redação   
Segunda, 11 Maio 2015 00:23

Ao contrário do sossego que o Governo tem procurado transmitir aos moçambicanos relação à sustentabilidade da dívida pública, o Grupo Moçambicano da Dívida (GMD) junta-se ao coro de “muita preocupação” de outras organizações não-governamentais sobre esta matéria e considera que o encargo atingiu "a escala da crise da dívida da década de 1980", para além de que os serviços básicos que têm beneficiado do aumento do financiamento, tais como a educação e saúde, continuam sem qualidade.

Continuar...
 
Reclusos morrem por linchamento em Monapo
Escrito por Redação   
Sexta, 08 Maio 2015 09:02

Três cidadãos que que cumpriam penas no Estabelecimento Penitenciário de Itoculo, outrora Centro de Reeducação, no posto administrativo de Itoculo, no distrito de Monapo, província de Nampula, foram linchados até à morte por populares, há duas semanas, supostamente porque estavam envolvidos no assassinato de uma pessoa na sua própria residência.

Continuar...
 
Militares detidos por tentativa de assalto a um posto policial em Nampula
Escrito por Luís Rodrigues   
Terça, 05 Maio 2015 08:45

O posto policial da Barragem instalado numa área de jurisdição da 3aesquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM) na cidade de Nampula ficou parcialmente destruído e sem uma parte dos seus bens em virtude de uma confrontação armada entre as Forças de Defesa e Segurança e os agentes da Polícia de Protecção, a 25 de Abril passado.

Continuar...
 
Governo sul-africano chama o exército para proteger as vítimas da xenofobia
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 22 Abril 2015 08:12

Os discursos, apelos e marchas parecem não serem suficientes para acalmar os sul-africanos que continuam a manifestar-se, vandalizar e agredir cidadãos estrangeiros. E, como nem mesmo a polícia consegue garantir a segurança dos imigrantes mais pobres, o Governo sul-africano decidiu enviar o exército para proteger as vítimas da xenofobia.

Continuar...
 
Polícia desautoriza Beatriz Buchili e expõe publicamente suspeitos de raptos em Maputo
Escrito por Intasse Sitoe   
Terça, 19 Maio 2015 08:37

Dias depois de a Procuradora-Geral da República (PGR), Beatriz Buchili, ter alertado, quando apresentava no Parlamento o seu informe anual sobre a Justiça no país, que os cidadãos detidos por suspeita de envolvimento em crimes gozam de presunção de inocência, de bom nome e honra, e que só os tribunais têm a prerrogativa de lhes julgar e condenar, a Polícia da República de Moçambique (PRM) voltou, na segunda-feira (18), a agir contra os ditames da lei ao expor publicamente três cidadãos que acredita serem integrantes da quadrilha que protagoniza os sequestros em Maputo.

Continuar...
 
Automobilistas de Cuamba e Gúruè ainda se ressentem das últimas chuvas deste ano em Moçambique
Escrito por Redação   
Sexta, 08 Maio 2015 09:08

A comunicação rodoviária entre os distritos de Cuamba, no Niassa, e Gúruè, na Zambézia, continua interrompida em virtude da destruição da ponte sobre o rio Lúrio, em Janeiro último, devido à chuva intensa, facto que causou também a danificação de várias estruturas de drenagem.

Continuar...
 
A camada dos indefesos
Escrito por Cristóvão Bolacha   
Quarta, 06 Maio 2015 08:46

Na cidade de Mocuba, província da Zambézia, ganhar a vida a partir de trabalhos domésticos tornou-se acto corriqueiro e que exige muita coragem e paciência. Os empregados domésticos são, talvez, os mais humilhados, submissos, mal remunerados e, em caso de violação dos seus direitos, que são frequentes, não têm onde se queixar. A opção tem sido mudar de patrão, o que, regra geral, tem sido uma alternativa falhada porque os amos são piores uns que os outros. As paredes das casas escondem tanto sofrimento dessa gente que a troco de uma ninharia assegura o asseio de uma família inteira, independentemente do número de membros que tiver.

Continuar...
 
Polícia dispara contra um “chapa” que capota com 20 passageiros e fere 12 em Nampula
Escrito por Redação   
Quinta, 23 Abril 2015 07:43

Um agente da Polícia da República de Moçambique (PRM) atirou contra um minibus com a chapa de inscrição AEL 909 MP, de transporte semicolectivo de passageiros, o qual estourou um dos pneus e capotou com 20 ocupantes, dos quais 12 feridos, entre ligeiros e graves, na manhã de quarta-feira (22), na rota Nampula/vila sede do distrito de Namapa.

Continuar...
 
Presidente sul-africano diz que os media não deveriam ter publicado agressão do moçambicano
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 21 Abril 2015 07:33

Enquanto o Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, voltou a manifestar o seu repúdio “aos actos de xenofobia” e pediu “ao Governo sul-africano para uma intervenção presencial e imediata” o seu homólogo, Jacob Zuma, afirmou que as fotos da agressão e esfaqueamento do cidadão moçambicano Emanuel Sithole, que acabou por morrer no sábado (18), por cidadãos sul-africanos não deveriam ter sido divulgadas pelos media pois fez a África do Sul “ficar mal” perante a opinião pública.

Actualizado em Terça, 21 Abril 2015 08:14
Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 22
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
Faixa publicitária
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.