Adolescente abandonada pelo marido num centro de reassentamento em Mocuba
Escrito por Redação   
Quarta, 29 Abril 2015 07:48

Luísa Cristóvão, de 16 anos de idade, vive um momento de calvário no centro de reassentamento de Macuvine, no município de Mocuba, província da Zambézia, onde foi albergada com o marido e o filho de 10 meses de vida, aquando das cheias que devastaram aquele distrito no princípio deste anos. Ela nunca foi à escola e, obedecendo a práticas tradicionais locais impostas pelos pais, casou-se precocemente aos 15 anos de idade com o homem que hoje a deixou ao deus-dará.

Continuar...
 
Polícia dispara contra um “chapa” que capota com 20 passageiros e fere 12 em Nampula
Escrito por Redação   
Quinta, 23 Abril 2015 07:43

Um agente da Polícia da República de Moçambique (PRM) atirou contra um minibus com a chapa de inscrição AEL 909 MP, de transporte semicolectivo de passageiros, o qual estourou um dos pneus e capotou com 20 ocupantes, dos quais 12 feridos, entre ligeiros e graves, na manhã de quarta-feira (22), na rota Nampula/vila sede do distrito de Namapa.

Continuar...
 
Presidente sul-africano diz que os media não deveriam ter publicado agressão do moçambicano
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 21 Abril 2015 07:33

Enquanto o Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, voltou a manifestar o seu repúdio “aos actos de xenofobia” e pediu “ao Governo sul-africano para uma intervenção presencial e imediata” o seu homólogo, Jacob Zuma, afirmou que as fotos da agressão e esfaqueamento do cidadão moçambicano Emanuel Sithole, que acabou por morrer no sábado (18), por cidadãos sul-africanos não deveriam ter sido divulgadas pelos media pois fez a África do Sul “ficar mal” perante a opinião pública.

Actualizado em Terça, 21 Abril 2015 08:14
Continuar...
 
Ataques xenófobos chegam a Johannesburg
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 16 Abril 2015 07:54

Vários imigrantes fecharam as suas lojas na baixa de Johannesburg, a mais importante cidade comercial da África do Sul, nesta quarta-feira (15), com o receio de serem alvo dos sul-africanos que têm atacado estrangeiros, nas últimas semanas mataram cinco pessoas nos arredores da cidade de Durban, e obrigaram milhares a procurarem refúgio fora das suas residências. O Governo moçambicano afirma que vai usar “um modelo que funcionou em 2008”, altura em que pelo menos 20 moçambicanos foram mortos, um dos quais queimado vivo por cidadãos sul-africanos que nunca foram responsabilizados.

Continuar...
 
Polícia mata mais um cidadão em Nampula
Escrito por Redação   
Terça, 14 Abril 2015 08:45

Depois do assassinato de um cidadão identificado pelo nome de Tchitcho, de 22 anos de idade, por um agente da Polícia de Investigação Criminal (PIC), no sábado (11), no bairro de Namicopo, cidade de Nampula, a Polícia voltou a fazer mais uma vítima na madrugada de segunda-feira (13), no bairro de Marrere. Em menos de 48 horas, a vítima foi um cidadão cujo nome e idade não apurámos, que supostamente pertencia a uma quadrilha de ladrões surpreendida a assaltar uma casa e a molestar a proprietária da mesma naquela zona.

Continuar...
 
Moçambicanos vítimas de violência xenófoba na África do Sul
Escrito por Redação   
Sexta, 10 Abril 2015 08:00

Dois cidadãos moçambicanos perderam a vida na manhã desta quinta-feira(09) vítimas de xenofobia que se registam na província do KwaZulu-Natal, na África do Sul. Os ataques e saques a estabelecimentos comerciais de cidadãos estrangeiros aconteceram dias depois de o rei zulu Goodwill Zwelithini, o líder tradicional mais importante dessa província sul africana ter dito que os imigrantes devem “fazer as malas e deixar” o país. A violência contra cidadãos estrangeiros na África do Sul conheceu o seu ponto mais alto em 2008, com a morte de sessenta e duas pessoas entre elas Ernesto Nhamuave, um cidadão moçambicano que foi queimado vivo.

Actualizado em Sexta, 10 Abril 2015 13:09
Continuar...
 
Governo sul-africano chama o exército para proteger as vítimas da xenofobia
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 22 Abril 2015 08:12

Os discursos, apelos e marchas parecem não serem suficientes para acalmar os sul-africanos que continuam a manifestar-se, vandalizar e agredir cidadãos estrangeiros. E, como nem mesmo a polícia consegue garantir a segurança dos imigrantes mais pobres, o Governo sul-africano decidiu enviar o exército para proteger as vítimas da xenofobia.

Continuar...
 
Alguns moçambicanos, retaliando ataques xenófobos, boicotam presença de sul-africanos em Moçambique
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 17 Abril 2015 08:07

Na sequência da onda de ataques contra imigrantes que não cessam na África do Sul - apesar dos apelos do Presidente Jacob Zuma, da acção da Polícia e do repúdio da maioria dos sul-africanos -, alguns cidadãos moçambicanos começam a boicotar a presença de sul-africanos no país.

Continuar...
 
Governo continua a subsidiar os preços dos combustíveis em Moçambique
Escrito por Redação   
Quarta, 15 Abril 2015 14:44

O Governo de Filipe Nyusi decidiu manter inalterados os preços dos combustíveis em Moçambique: gasolina 47,52 meticais por litro, gasóleo 36,81 meticais o litro, petróleo de iluminação 28,64 meticais, nos postos de venda e abastecimentos de combustível de Maputo, Matola, Beira e Nacala. De acordo com o Ministro dos Recursos Minerais e Energia, Pedro Couto, existem factores internos e externos, que incluem os custos de transporte, empresariais, o câmbio e os impostos, que fazem com que se mantenham os preços de aquisição de combustíveis pelo consumidor. Recordar que, quando o Governo decidiu subsidiar as gasolineiras, o preço do barril de petróleo era de cerca de 150 dólares norte-americanos e hoje, esse mesmo barril, custa cerca de 50 dólares norte-americanos.

Actualizado em Quarta, 15 Abril 2015 15:30
Continuar...
 
Juíza autoriza detenção de supostos assassinos de Gilles Cistac sem provas
Escrito por Emildo Sambo   
Terça, 14 Abril 2015 08:36

A juíza de direito Judite António Correia, da Secção de Instrução Criminal do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, chancelou a prisão de dois indivíduos que respondem pelos nomes de Lúcio Manuel Chembene e Arsénio Eduardo Nhaposse, de 40 e 34 anos de idade, nos calabouços da Cadeia de Máxima Segurança, vulgo BO, acusados de envolvimento no assassinato do constitucionalista Gilles Cistac, a 03 de Março último, mesmo reconhecendo que não existem factos para a legalização da detenção, o que levanta a possibilidade de se estar a privar a liberdade de gente que não tem nada a ver com o caso.

Actualizado em Terça, 14 Abril 2015 09:04
Continuar...
 
Meio milhão de crianças estuda debaixo das árvores em Moçambique
Escrito por Redação   
Quinta, 02 Abril 2015 07:32

Cerca de meio milhão de crianças moçambicanas ainda estuda debaixo das árvores e outras, que perfazem 30 mil turmas, recebem as suas aulas ao relento em resultado da destruição de perto de duas mil salas de aulas pelas últimas cheias.

Actualizado em Quinta, 02 Abril 2015 10:50
Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 21
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
Faixa publicitária
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.