Atum vermelho é vendido por 637 mil dólares em leilão de Ano Novo em Tóquio, 2 mil destes pagavam dívida da EMATUM
Escrito por Agências   
Sexta, 06 Janeiro 2017 08:57

Um atum vermelho foi vendido na passada quinta-feira(05) por 74,2 milhões de ienes (cerca de 637 mil dólares norte-americanos). Se a Empresa Moçambicana de Atum(EMATUM) pescasse esta qualidade de peixe somente 2 mil deles dariam para amortizar a dívida de 850 milhões de dólares norte-americanos que o povo moçambicano está a pagar.

Actualizado em Sábado, 07 Janeiro 2017 16:27
Continuar...
 
Metade do 13º salário para funcionários públicos em Moçambique, titulares de cargos de chefia não recebem nada
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 28 Dezembro 2016 00:52

Foto de Adérito CaldeiraA crise económica e financeira enfim chegou aos funcionários públicos em Moçambique. O ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, anunciou nesta terça-feira(27) que só há disponibilidade no erário para pagar metade do 13º salário aos “funcionários de carreira”. Não receberão o vencimento extraordinário todos os titulares de cargos governativos, os titulares de funções de direcção, chefia e confiança no Estado, Empresas Públicas e nos Instituto, Fundos e outras entidades com autonomia administrativa e financeira.

Actualizado em Terça, 03 Janeiro 2017 08:22
Continuar...
 
Começou construção da subestação de energia em Namialo
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 16 Dezembro 2016 08:52

Foto de Adérito CaldeiraEstá em construção nos arredores de Namialo, no distrito de Meconta, na província de Nampula, uma subestação de energia eléctrica, com financiamento e trabalho de empresas do Japão, que deverá beneficiar mais de 66 mil moçambicanos que habitam a região e ainda estabilizar o precário abastecimento de electricidade às cidade de Nampula e de Nacala.

Continuar...
 
Banco Mundial na recapitalização/venda do Moza Banco para dar “transparência”
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 09 Dezembro 2016 00:49

Foto de Adérito CaldeiraDevido a cada vez maior falta de confiança que o Banco de Moçambique(BM) inspira não só aos depositantes moçambicanos mas principalmente à potenciais investidores da banca um representante do Banco Mundial foi indicado para se juntar a Comissão de Avaliação que liderará o processo de recapitalização/venda do Moza Banco.

Actualizado em Quarta, 28 Dezembro 2016 12:37
Continuar...
 
FMI retira avaliações positivas de Moçambique devido às dívidas da Proindicus e da MAM
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 22 Novembro 2016 09:04

O Fundo Monetário Internacional (FMI) retirou nesta segunda-feira(21) as avaliações positivas que Moçambique tinha recebido, entre 2013 e 2016, no âmbito do Instrumento de Apoio à Política Económica (PSI, na sigla em inglês), devido às dívidas da Proindicus e da MAM que tiveram “um papel fundamental no sentido de tornar Moçambique um país fortemente endividado, pressionando consideravelmente as finanças e as reservas internacionais do Governo”.

Actualizado em Quarta, 23 Novembro 2016 09:58
Continuar...
 
Água potável está mais cara desde 1 de Outubro em Moçambique
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 08 Novembro 2016 08:34

Foto de Nuno TeixeiraTem aumentado o preço da comida, dos medicamentos, da electricidade, dos combustíveis... faltava subir o custo da água e da cerveja. Mais uma vez sem nenhum aviso público, o Governo de Filipe Nyusi já aumentou a tarifa de água potável canalizada em todo País (como consequência das dívidas da Proíndicus, EMATUM e MAM), desde o passado dia 1 de Outubro. Os maiores agravamentos, acima dos 10%, foram para os munícipes de Maputo, Matola, Boane, Xai-Xai, Chókwè, Inhambane, Chimoio, Manica, Gondola, Tete e Moatize. Também foi reajustada em 20% o custo das taxas dos serviços relacionados com o fornecimento do chamado precioso líquido.

Actualizado em Quarta, 23 Novembro 2016 09:56
Continuar...
 
Banco de Moçambique vai criar indexante para transparência nas taxas de juros dos créditos comerciais
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 22 Dezembro 2016 08:53

Foto de Adérito CaldeiraO Banco de Moçambique(BM), que através das suas decisões contribuiu para o aumento das taxas de juros dos créditos da banca comercial, que rondam os 30%, pretende estabelecer um indexante através do qual “os bancos formarão as suas taxas das operações de crédito” com o intuito de oferecer aos clientes “instrumentos transparentes de negociação da taxa final de cada empréstimo”, revelou Rogério Zandamela nesta segunda-feira(19).

Actualizado em Sábado, 24 Dezembro 2016 07:57
Continuar...
 
Inspecção do comércio moçambicano reclama dos mesmos problemas do passado
Escrito por Emildo Sambo   
Terça, 29 Novembro 2016 08:21

A ausência de boletins de saúde, as precárias condições de higiene nos armazéns e estabelecimentos comerciais, a venda de produtos fora do prazo, a falta de afixação de preços, a viciação de pesos de produtos pré-medidos, o exercício da actividade económica sem os respectivos alvarás, são algumas anomalias, entre várias, que ainda persistem no circuito comercial moçambicano.

Actualizado em Quarta, 28 Dezembro 2016 12:38
Continuar...
 
Relva sintética e balizas da FMF retidas no Porto de Maputo para pagamento de taxa aduaneiras
Escrito por Redação   
Segunda, 12 Dezembro 2016 05:50

Balizas, relva sintética e bandeirolas da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), conservados em oito contentores, encontram-se retidas no Porto de Maputo, desde o ano passado, devido ao não pagamento de direitos aduaneiros.

Actualizado em Segunda, 12 Dezembro 2016 07:26
Continuar...
 
INAE afinal só aplicou 448 multas e continua a evitar fiscalizar as padarias que vendem pão abaixo do peso
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 17 Novembro 2016 08:24

Foto de ArquivoA Inspecção Nacional de Actividades Económicas(INAE) multou somente 448 dos 9329 estabelecimentos comerciais que fiscalizou entre Janeiro e Setembro deste ano. Todavia os fiscais da INAE não visitaram as padarias que vendem o pão com peso muito abaixo do estabelecido pelo Regulamento de Produtos Pré-medidos.

Actualizado em Quarta, 23 Novembro 2016 09:59
Continuar...
 
Consultora AON agrava risco de Moçambique para Elevado
Escrito por Lusa   
Sexta, 06 Janeiro 2017 09:41

Moçambique foi o único país na África subsaariana a ver o Risco Político, Risco de Incumprimento e Transferências Externas a degradarem-se para Elevado, segundo a análise feita pela corretora de seguros de risco Aon.

Actualizado em Terça, 10 Janeiro 2017 07:36
Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 36
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
http://www.Auto-Doc.PT
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.