Tráfego rodoviário entre o Save e Muxúnguè já é feito sem escolta militar
Escrito por Redação   
Quarta, 27 Agosto 2014 20:40

Na sequência dos acordos alcançados entre o Governo e o partido Renamo e do cessar fogo em Moçambique, declarado na noite do passado domingo (24), a tensão militar começa a dissipar-se na região centro do país de onde saíram, durante esta quarta-feira (27), efectivos das Forças de Defesa e Segurança (FDS) e o tráfego rodoviário, pela única via que liga o Sul ao Centro e o Norte, já é feito sem escolta de militares.

Continuar...
 
Líder da Renamo acusa exército de movimentações em Inhambane; FADM mantém posições no centro de Moçambique
Escrito por Redação   
Terça, 26 Agosto 2014 15:11

O presidente do partido Renamo, Afonso Dhlakama, acusou nesta terça-feira(26) o exército moçambicano de se ter aproximado de uma base do movimento no sul do país, considerando a alegada movimentação "uma provocação". Apesar do acordo de cessar fogo assinado no passado domingo (24) a tensão militar também continua no centro de Moçambique onde continuam presentes várias unidades militares do exército e o tráfego de viaturas pela Estrada Nacional nº1, no troço entre o rio Save e o posto Administrativo de Muxúnguè, continua a ser efectuado em colunas protegidas por militares.

Continuar...
 
Parlamento deverá homologar documentos produzidos no diálogo político em sessão extraordinária a agendar
Escrito por Redação   
Terça, 26 Agosto 2014 12:13

A Assembleia da República (AR) vai apreciar e aprovar, em sessão extraordinária ainda sem data marcada, o projecto de resolução referente aos documentos consensualizados na mesa de diálogo político para o fim da guerra entre o Governo de Moçambique e o maior partido da oposição, Renamo. A medida visa conferir a esses instrumentos um estatuto jurídico-legal, uma exigência feita por aquele partido.

Continuar...
 
"Do fundo do meu coração tudo o que aconteceu durante um ano e meio termina aqui (...) perdão a todos" pediu Afonso Dhlakama
Escrito por Redação   
Terça, 26 Agosto 2014 07:30

Afonso Dhlakama, o líder do maior partido de oposição em Moçambique, a Renamo, manifestou esta segunda-feira (25), via teleconferência, a sua satisfação pelos acordos alcançados no domingo (24) entre o Governo e o seu partido e pediu "perdão a todos". Afirmou que está disponível para se encontrar com o Presidente Guebuza mas não sabe quando nem onde o frente a frente irá acontecer.

Continuar...
 
Políticas públicas moçambicanas não asseguram justiça social em Moçambique
Escrito por Coutinho Macanandze   
Segunda, 25 Agosto 2014 17:25

As políticas públicas em Moçambique não asseguram a justiça social, económica e política em resultado serem traçadas não para responder aos anseios dos cidadãos, mas, sim, aos interesses dos órgãos externos consideradas principais investidores e que asseguram o seu funcionamento e das instituições que as implementam, segundo o pesquisador e docente universitário, Alexandrino Forquilha, em declarações ao @Verdade.

Continuar...
 
FORCOM reconhece défice de conhecimento sobre liberdade de imprensa no país
Escrito por Redação Centro/ Norte   
Terça, 26 Agosto 2014 18:30

Dezassete das quarenta e seis estações radiofónicas de nível comunitário inscritas no Fórum Nacional das Rádios Comunitárias  (FORCOM) estão a beneficiar, desde meados de Junho, de acções de formação sobre os conceitos democráticos e princípios da ética e deontologia profissionais de jornalismo, no país.

Continuar...
 
Limite de dois mandatos presidenciais não é o ideal em África, segundo Joaquim Chissano
Escrito por Redação   
Terça, 26 Agosto 2014 09:47

"Dois mandatos não é tempo suficiente para os líderes africanos... é muito curto (...) no meu caso eu iria completar o meu trabalho no terceiro mandato, embora tenha decidido não concorrer" afirmou o antigo Presidente de Moçambique Joaquim Chissano durante um fórum de advogados da África Austral que teve lugar na semana finda em Victoria Falls, no Zimbabwe.

Continuar...
 
Homens da Renamo restituídos à liberdade em Nampula
Escrito por Redação Centro/ Norte   
Segunda, 25 Agosto 2014 14:56

Os 21 ex-guerrilheiros do partido liderado por Afonso Dhlakama, que se encontravam nas celas do Comando Provincial da Policia da República de Moçambique (PRM) em Nampula, foram restituídos à liberdade na última sexta-feira (22), ao abrigo da Lei da Amnistia recentemente aprovada pelo Parlamento moçambicano.

Continuar...
 
Funcionário da Justiça Ambiental foi vítima de um atentado em Tete
Escrito por Redação   
Sábado, 23 Agosto 2014 13:41

Um dos funcionários da Justiça Ambiental (JA) cuja indentificação é ocultada por motivos de segurança, baseado na província de Tete, foi vítima de um atentado na sua residência no bairro de Chingodzi-Aeroporto, na madrugada do dia 21 de Agosto, por cerca de 01h25.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 Seguinte > Final >>

Pág. 100 de 111
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
@Verdade
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.