Militares espancam populares em Nacala-Porto
Escrito por Redação Nampula   
Quinta, 18 Dezembro 2014 11:46

Alguns militares das forças especiais da base área na cidade de Nacala, na província de Nampula, são acusados de agredir fisicamente a cidadãos residentes nas imediações duma residência supostamente pertencente a um oficial sénior das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM), sita no bairro Mocone. A acção está a ser bastante contestada por populares ora revoltados.

Continuar...
 
O testamento de Shabir Coelho
Escrito por Redação   
Domingo, 14 Dezembro 2014 09:13

O "empresário" Shabir Coelho, de 40 anos de idade, assassinado a tiro a 5 de Agosto do corrente ano na baixa da cidade de Maputo, deixou um documento registado no quarto cartório notarial da capital, relativo à eventualidade de vir a ser morto, como veio a suceder. No documento, que o @Verdade aqui partilha, Coelho fala de uma alegada coacção de que terá sido vítima, a seguir a um suposto sequestro levado a cabo por um comando às ordens de Manzar Abbas, um cidadão paquistanês, empresário, radicado em Moçambique.

Continuar...
 
Edil de Nacala em jeito de balanço: ‘‘Missão cumprida”
Escrito por Luís Rodrigues   
Quinta, 11 Dezembro 2014 17:41

O presidente do Conselho Municipal da Cidade de Nacala, Rui ChongSaw, diz ter cumprido em 87 porcento o seu plano de actividades e orçamento, referente ao ano 2014, logo no primeiro semestre. Algumas das actividades que, por vários factores, tiveram que transitar para o segundo, foram, igualmente, executadas na sua totalidade.

Continuar...
 
Cidadão é preso por impedir a invasão do seu terreno em Nampula
Escrito por Sérgio Fernando   
Quinta, 04 Dezembro 2014 15:23

António Iua queixa-se de alegados actos de invasão no seu terreno, protagonizados por um funcionário da Escola de Condução Auto Mubay, identificado pelo nome de Abel Mega Assane, com a conivência dos técnicos da Urbanização do Concelho Municipal da cidade Nampula e do Tribunal Judicial. Na tentativa de reivindicar o seu direito, o cidadão foi também vítima de prisão arbitrária e ameaças de morte.

Continuar...
 
Frelimo aprova mais regalias para Deputado e Chefe de Estado cessante e em funções em Moçambique
Escrito por Redação   
Quarta, 03 Dezembro 2014 20:49

A Assembleia da República (AR) aprovou nesta quarta-feira (03), com votos da bancada maioritária do partido Frelimo, a Lei da Revisão da Lei do Estatuto, Segurança e Previdência do Deputado, designada Estatuto do Deputado, e da Lei da Revisão da Lei 21/92, de 31 de Dezembro, que estabelece os Direitos e Deveres do Presidente da República em Exercício e após a Cessação de Funções, que tinham sido devolvidas pelo Presidente da República, Armando Guebuza, para reexame por supostamente serem de difícil implementação em termos financeiros e orçamentais.

Continuar...
 
Comércio informal “assalta” os passeios da cidade de Nampula
Escrito por Sérgio Fernando   
Quinta, 11 Dezembro 2014 17:24

Os passeios de diversas ruas e avenidas da chamada capital do norte, Nampula, estão a ganhar um aspecto novo e incomum em consequência da proliferação do comércio informal, cujos praticantes se encontram espalhados pelas artérias da urbe, dificultando, sobretudo, a circulação de transeuntes que exigem uma tomada de medidas para se mudar a situação. Porém, a edilidade entende que o negócio é um dos meios de sobrevivência de milhares de famílias.

Continuar...
 
"HCB é nossa" há sete anos mas Moçambique importa cada vez mais energia eléctrica
Escrito por Coutinho Macanandze   
Quinta, 11 Dezembro 2014 13:07

Sete anos após a reversão da Hidroeléctrica de Cahora Bassa(HCB) para o Estado moçambicano o nosso país continua a importar energia eléctrica e a perspectiva é que continue a comprar cada vez mais para "responder à procura interna" segundo um estudo do Centro de Integridade Pública que contastou ainda que a qualidade da energia é má e "as tarifas energéticas estão entre as mais altas da região" apesar de ser o segundo maior produtor de energia da África Austral.

Continuar...
 
Empreiteiro processa edil de Nacala para recuperar dívida de 2.6 milhões de meticais
Escrito por Luís Rodrigues   
Quinta, 04 Dezembro 2014 15:04

O presidente do Município de Nacala, Rui Chong Saw, está a enfrentar um processo junto do Tribunal Administrativo da Província de Nampula (TAPN), por se recusar a amortizar uma dívida, estimada em mais de 2.6 milhões de meticais, resultantes da abertura de uma via de acesso ao bairro residencial de Ontupaia, arredores daquela cidade do litoral de Nampula.

Continuar...
 
Partidos Frelimo e Renamo aprovam Estatuto de Líder da Oposição em Moçambique
Escrito por Redação   
Quarta, 03 Dezembro 2014 20:21

As bancadas dos partidos Frelimo e Renamo, na Assembleia da República, aprovaram nesta quarta-feira (03), na generalidade, o Estatuto de Líder da Oposição para o segundo candidato mais votado em todas as eleições gerais em Moçambique. Esta lei vai custar ao erário público, no primeiro ano, 71 milhões de meticias.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 Seguinte > Final >>

Pág. 100 de 121
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
@Verdade
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.