“Continuaremos a atacar, se nos perseguirem”, afirma Afonso Dhlakama
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 17 Julho 2015 08:51

Afonso Dhlakama confirmou que os seus guerrilheiros atacaram as forças governamentais no início do corrente mês, em Tete e Sofala, e que as ordens partiram de si: “Fui eu que dei ordens pessoalmente às minhas forças para atacarem ” afirmou o presidente do partido Renamo, a jornalistas nesta quarta-feira (15). Entretanto, milhares de moçambicanos abandonaram as suas residências, nas regiões de Angónia, Mkondezi e Monjo, na província de Tete, e centenas procuraram refúgio no Malawi.

Continuar...
 
Supostos membros da Renamo detidos por inviabilização de actividades políticas da Frelimo em Mogovolas
Escrito por Luís Rodrigues   
Quinta, 16 Julho 2015 08:43

Dois supostos membros da Renamo, cujos nomes não apurámos, encontram-se detidos, desde o princípio desta semana, nas celas da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Nametil, sede do distrito de Mogovolas, indiciados de inviabilização das actividades políticas do partido Frelimo naquela parcela do país.

Continuar...
 
Diálogo político: Governo e Renamo discutem questões económicas mas não abandonam as acusações belicistas
Escrito por Redação   
Terça, 14 Julho 2015 07:58

O diálogo político entre o Governo e a Renamo, que já vai na 111ª ronda, entrou no quarto ponto da agenda, sobre as questões económicas mas a discutiu de segunda-feira (13) não teve avanços de relevo. O Executivo acusou a sua contra-parte de ter perpetrado pelo menos dois ataques em Tsangano, província de Tete, e de raptar e agredir um líder tradicional, que responde pelo nome de José Paulo, em Sofala.

Continuar...
 
40 anos (des)valorizando o Património do Estado
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 10 Julho 2015 08:39

Gabinete do primeiro-ministroO primeiro-ministro, Carlos Agostinho do Rosário, lançou nesta quarta-feira(08), em Maputo, uma campanha para o inventário do Património do Estado que ao longos anos tem sido desvalorizado pela não regularização dos títulos de propriedade dos imóveis e das viaturas, pela falta de inventariação dos bens no ano da sua aquisição, pelo preenchimento incorrecto/incompleto das fichas de inventário, pela não presença dos bens adquiridos nos locais de afectação e também pela não incorporação do inventário das Empresas Públicas e das Autarquias.

Continuar...
 
Ministro dos Recursos Minerais e Energia defende exportação de energia produzida em Moçambique para viabilizar projectos de desenvolvimento
Escrito por Emildo Sambo   
Sexta, 03 Julho 2015 09:11

Contra a corrente das críticas em relação o facto de Moçambique gerar energia eléctrica suficiente para satisfazer as necessidades de consumo interno, mas tal situação torna-se nula porque o país exporta barato e depois reimporta caro de companhias tais como a sul-africana Electricity Supply Commission (ESKOM), Pedro Couto, ministro dos Recursos Minerais e Energia, defendeu, na quinta-feira (02), no Parlamento, que se deve continuar a exportar energia pois os benefícios financeiros viabilizam certos projectos de desenvolvimento e não se poder impedir que as empresas se envolvam nesse negócio.

Continuar...
 
Burocratização dos serviços públicos estimula negócio e expropriação de terra e atribuição de DUAT é como se fosse favor
Escrito por Redação   
Quinta, 16 Julho 2015 08:57

Há um esforço invulgar em tornar os serviços públicos mais burocráticos, morosos, obscuros e complicados, o que incentiva a prática de corrupção e de negócios obscuros de terra em Moçambique, o que faz com que as comunidades e demais grupos vulneráveis, incluindo as mulheres rurais, continuem expostos a desalojamentos, usurpação de solos e outros abusos dos seus direitos. Quem o diz é a Justiça Ambiental (JA), que entende, também, que a revisão legislativa mostra uma tendência de se privilegiar entidades com poder económico, como é o caso das grandes empresas em detrimento das comunidades campesinas.

Continuar...
 
Empresária será processada por “calúnia e tentativa de burla” em Nampula
Escrito por Luís Rodrigues   
Segunda, 13 Julho 2015 09:45

As autoridades administrativas do distritos de Mossuril, Moma e Mogincual, na província de Nampula, ameaçam processar judicialmente uma empresária do ramo de restauração, por difamação e tentativa de burla ao Estado moçambicano. A visada, de nome Dalila Abdul Raímo Ussene, acusa aqueles governos distritais de não efectuarem o pagamento dos bens e serviços prestados pela sua empresa.

Continuar...
 
Greve na Kenmare termina com trabalhadores suspensos, processos disciplinares e manutenção dos cortes salariais
Escrito por Júlio Paulino   
Sexta, 03 Julho 2015 09:22

Três moçambicanos funcionários da empresa irlandesa Kenmare Moma Mining, que explora areias pesadas na província de Nampula, foram suspensos na sequência da greve pacífica, mas ilegal, que 1.300 trabalhadores fizeram durante sete dias reivindicando o corte arbitrário de subsídios a que têm direito, contrariando a versão do Governo, que afirmou no Parlamento ter havido entendimento entre as partes. Além disso todos os grevistas vão enfrentar processos disciplinares.

Continuar...
 
No Parlamento, Governo voltou a prometer combater o crime, um refrão que se ouve em cada legislatura mas a insegurança prevalece
Escrito por Emildo Sambo   
Quinta, 02 Julho 2015 07:35

O Governo de Filipe Nyusi, em “prova oral” na Assembleia da República (AR), renovou a promessa de envidar esforços com vista a combater o crime nas suas diferentes manifestações, incluindo a corrupção, e reconhece que se trata de um mal que corrói qualquer sociedade. Esta, porém, vive apreensiva devido à forma como os malfeitores invadem propriedades, roubam, sequestram, matam na via pública em plena luz do dia e protagonizam outro tipo de violência perante uma aparente rendição da Polícia e das instituições de justiça.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 Seguinte > Final >>

Pág. 97 de 131
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
http://www.Auto-Doc.PT
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.