Membros da Renamo estão em perigo de vida nas celas da Polícia em Nampula
Escrito por Redação Nampula   
Quarta, 30 Julho 2014 17:13

Vinte e um membros da Renamo, o maior partido da oposição, definham nas celas do Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Nampula, na sequência das constantes torturas a que estão sujeitos, por parte da corporação. Os visados fazem parte do grupo de ex-guerrilheiros do partido de Afonso Dhlakama encarcerados em Outubro do ano passado, indiciados de promoverem desmandos na localidade de Napome, distrito de Nampula-Rapale.

Continuar...
 
CIP revela evidências da fraude aduaneira da Frelimo
Escrito por Correio da Manhã   
Quarta, 30 Julho 2014 08:48

O Centro de Integridade Pública (CIP) apresentou fortes evidências do envolvimento do partido Frelimo no polémico negócio de venda de isenções aduaneiras das organizações políticas para terceiros, sonegando impostos ao Estado.

Continuar...
 
Forças Governamentais e homens da Renamo confrontaram-se no sul e no centro de Moçambique
Escrito por Redação   
Segunda, 28 Julho 2014 16:55

As Forças de Defesa e Segurança (FDS) e os homens armados da Renamo confrontaram-se, na tarde do último domingo (27), na região de Mucodza, no distrito de Gorongosa, na província de Sofala. Na madrugada do mesmo dia, outro grupo das partes beligerantes protagonizou uma ofensiva no distrito de Mabote, na província de Inhambane. Estes ataques aconteceram na véspera da 66ª ronda do diálogo politico, entre o Governo e a Renamo, onde nesta segunda-feira (28) foram acordados os termos para a cessação das hostilidades, integração dos homens da Renamo nas FDS e a sua reinserção social e económica em diferentes sectores do país.

Continuar...
 
Governo sempre marginalizou o sector agrário em Moçambique
Escrito por Alfredo Manjate   
Quinta, 24 Julho 2014 22:58

O economista moçambicano, João Mosca, defende que, em Moçambique, nenhum Governo, desde a independência, em 1975, cumpriu com o princípio constitucional de que a Agricultura é a base de desenvolvimento.

Continuar...
 
Parlamento contesta sectores abrangidos pelo Orçamento Rectificativo
Escrito por Alfredo Manjate   
Quinta, 24 Julho 2014 10:30

O Parlamento vai debater, na próxima semana, a proposta de Lei de Revisão do Orçamento Geral do Estado (OE) para 2014. No entanto, os argumentos apresentados pelo Governo, na qualidade de proponente, para fundamentar a sua pretensão não estão a colher consenso ao nível das bancadas parlamentares que entendem que o dinheiro será alocado a sectores não prioritários.

Continuar...
 
Diálogo Político: há acordo para o fim da guerra em Moçambique mas faltam "garantias"
Escrito por Alfredo Manjate   
Segunda, 28 Julho 2014 21:19

O Governo e a Renamo alcançaram, nesta segunda-feira (28), um consenso em relação ao “documento base” que rege, entre outros assuntos, os procedimentos de cessão das hostilidades militares, a reintegração dos guerrilheiros do antigo movimento rebelde em Moçambique nas Forças de Defesa e Segurança (FDS), a reinserção económica e social dos mesmos militares e a proibição de posse de armas de fogos por parte dos partidos políticos após este processo.

Continuar...
 
Beira tem Administrador distrital
Escrito por Redação   
Segunda, 28 Julho 2014 13:48

O governo da provincial de Sofala apresentou publicamente, a 22 de Julho corrente, José Cuela António como Administrador da Beira, uma urbe sob gestão do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), uma formação política da oposição que acusa o Governo e o partido Frelimo de introduzirem, forçosamente, uma nova divisão administrativa por intolerância política e com o intuito de diminuir a área sob influência de Daviz Simango.

Continuar...
 
É preciso travar o ProSAVANA e redefinir políticas agrárias em Moçambique
Escrito por Alfredo Manjate   
Quinta, 24 Julho 2014 22:05

Organizações da sociedade civil moçambicanas, sobretudo camponeses, exigem a interrupção do ProSavana – programa de cooperação triangular para o desenvolvimento agrícola das savanas tropicais em Moçambique - e a redefinição das políticas agrárias de desenvolvimento que possam beneficiar o agricultor familiar. “Nós queremos sentar e desenhar desde a base os programas de apoio aos camponeses. Nós não queremos o programa (ProSavana), nem o seu modelo actual”, deixaram ficar registado, em Maputo, as OSC, durante a II Conferência Triangular dos Povos – Moçambique, Brasil e Japão.

Continuar...
 
Disputa de poder divide Estado e Município em Nampula
Escrito por Redação   
Quinta, 24 Julho 2014 10:15

A substituição dos secretários (do partido Frelimo) e líderes comunitários pelos membros do Movimento Democrático de Moçambique (MDM) está a gerar polémica no seio das populações da cidade de Nampula. Trata-se de 23 líderes do primeiro escalão (cinco régulos e 18 secretários dos bairros), 172 do segundo (50 cabos e 152 chefes das unidades comunais), 128 do terceiro escalão (chefes das povoações) que, nos meses de Fevereiro e Março do presente ano, foram exonerados e substituídos por outros, por decisão do Conselho Municipal.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 Seguinte > Final >>

Pág. 123 de 131
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
http://www.Auto-Doc.PT
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.