Faixa publicitária
Presidente Nyusi anuncia muitas “novas caras”, mais mulheres e jovens no seu Governo
Escrito por Adérito Caldeira  em 15 Janeiro 2020
Share/Save/Bookmark

Foto da Presidencia da RepúblicaFilipe Nyusi declarou nesta quarta-feira (15) que “a Presidência da República não é um cargo partidário” e anunciou que o seu próximo Executivo terá 60 por cento de “novas caras”, além disso “o indicador de equilíbrio do género dentro do governo continuará a melhorar e neste ciclo a média etária dos governantes tenderá a rejuvenescer”.

Dirigindo-se aos convidados do primeiro almoço do novo ciclo de governação no Palácio da Ponta Vermelha, em Maputo, o recém investido Chefe de Estado começou por declarar: “É verdade que sou presidente da Frelimo, mas também é mais verdade que a Presidência da República não é um cargo partidário, reafirmo que sou o Chefe de Estado e o Presidente de todos os moçambicanos”.

Embora tenha pedido uma vitória “5-0” e a tenha conseguido nas Eleições Gerais de Outubro, Filipe Nyusi disse pretender “que todos os meus compatriotas compreendam que a democracia não se esgota na escolha de um partido vencedor, para que a democracia continue e vencer é preciso que esse vencedor se comporte como se não houvesse maiorias nem minorias, a democracia não tem donos, a democracia não é um título de propriedade, é uma conquista de todos, uma vitória que precisa de ser colectivamente validada todos os dias. Não poderei ser um bom Presidente, nem poderemos ter uma melhor governação sem uma boa e forte oposição”.

O Presidente da República anunciou para “dentro de dias” o Governo que decidiu constituir deixando claro: “Sou imune a todas as pressões embora em democracia elas sempre existam, a única pressão que pesou em mim foi o interesse nacional de Moçambique. Não haverá direitos adquiridos por ninguém, mais do que cargos todos terão uma missão. A todos será exigida ética, competência, lealdade, bom senso e humildade, exigirei trabalho em equipa satisfazendo as exigências do povo”.

“Usarei todas minhas competências para construir um governo prático, focalizado nos resultados, um governo terra à terra. Mais de 60 por cento do Governo serão novas caras, não porque a minha equipa anterior não pudesse fazer mais, mas porque o balneário moçambicano é de altíssima qualidade. Essa condição privilegiada permite dar oportunidade a novos compatriotas com diferentes experiências, o indicador de equilíbrio do género dentro do governo continuará a melhorar e neste ciclo a média etária dos governantes tenderá a rejuvenescer”, prometeu Nyusi.

O estadista moçambicano explicou ainda que irá “profissionalizar ou especializar sectores determinados para tornar a governação ágil, flexível, sustentável, prática e capaz de resolver problemas concretos desses específicos sectores. No processo do nosso funcionamento procuraremos evitar a criação de estruturas pesadas, o mundo de hoje é o de desafios sempre renovados, essa condição exige de nós um elenco renovado e capaz de se renovar constantemente”.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom