Faixa publicitária
Manuel Tocova já está em liberdade provisória
Escrito por Redação  em 14 Novembro 2017
Share/Save/Bookmark

O controverso ex-presidente interino de Nampula, Manuel Tocova, detido semana finda, por posse ilegal de arma de fogo do tipo pistola e cerca de 100 munições, encontra-se em liberdade provisória, desde a tarde de segunda-feira (13).

O processo de soltura foi tratado pelo seu advogado, que sem avançar pormenores admitiu que houve pagamento de caução. Na passada sexta-feira (10), circularam informações segundo as quais Manuel Tocova já tinha sido restituído à liberdade após pagamento de caução de 300 mil meticais.

Porém, na tarde de domingo (12), Zacarias Nacute, porta-voz do Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Nampula, assegurou ao @Verdade que o polémico autarca continuava nos calabouços, o que se confirmou na tarde segunda-feira, com a sua soltura. Tocova incorre em pena de prisão de oito a 12 anos, acusado de porte de armas proibidas.

O instrumento bélico em questão pertence ao antigo parlamentar da Renamo, Pedro Maria Hussene, do qual alugou e prometeu pagar mensalmente 3.000 meticais.

Aliás, o antigo presidente da Assembleia Municipal de Nampula e também ex-edil interino foi condenado, há dias, a uma pena de três meses com prisão suspensa, por desobediência. Ele estava proibido de cometer qualquer tipo de crime, o que lhe deixa na iminência de ser recolhido aos calabouços.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom