Faixa publicitária
Autárquicas 2013: Vendedores do Xipamanine pedem melhores condições no mercado a Simango
Escrito por Coutinho Macanandze  em 17 Novembro 2013
Share/Save/Bookmark

A deficiente gestão e recolha de resíduos sólidos, a venda desordenada e cobrança ilícita, são as principais inquietações dos comerciais informais do mercado do Xipamanine. O candidato da Frelimo a edil de Maputo, David Simango promete resolver os problemas, visto que esta na fase conclusiva a elaboração do projecto de requalificação, com vista a alargar a capacidade e implantação de drenagens para o escoamento da água.

No décimo segundo dia da campanha eleitoral, David Simango, foi pedir votos no mercado do Xipamanine e o bairro de Polana Caniço “A”, onde decidiu usar a estratégia de porta a porta para convencer o eleitorado. Luísa Manhiça reside no bairro do Xipamanine e comerciante disse que a falta de recolha de lixo, de sistema de drenagem, desorganização na estruturação do mercado são os grandes problemas, que precisam de serem resolvidos, para evitar a eclosão de doenças como a cólera e outras causadas pelo deficiente saneamento de meio.

“Vendo produtos alimentares há mais de 10 anos, mas nunca foi dado atenção ao mercado, a imundície é o pão de cada dia do mercado, principalmente para os vendedores de alimentos confeccionados e carne diversa”, sustentou a interlocutora. Entretanto Vasco Alexandre disse estar agastado com o município, porque apesar de pagar diariamente a taxa de lixo, são obrigados a conviver com o lixo e o cheiro nauseando que vem de casa de banhos em condições precárias.

Vasco promete depositar o seu voto no escrutínio, mas apela a quem for eleito para que não espera pelas reclamações para resolver os problemas do mercado que são enormes. Pedro Miguel vende roupa usada disse que não vai depositar o seu voto a ninguém, porque ninguém o valoriza, uma vez que as condições do mercado tende a piorar, os automobilistas disputam a rua com os comerciantes e estes correndo o risco de serem atropelados.

Simango disse que a venda desorganizada já tem dias contados, uma vez que o projecto de requalificação do mercado esta na sua fase conclusiva, na qual preconiza o alargamento da capacidade do mercado passando dos 7.000 para 9.000 bancas, a implantação do sistema de drenagem, para além da construção de infra-estruturas para melhorar o saneamento.

Já no bairro da Polana Caniço “A”, os moradores pediram a asfaltagem das estradas que estão em condições deploráveis de transitabilidade, a construção de latrinas públicas e melhoramento do ordenamento territorial, devido as construções desordenadas. Simango sublinha que o manifesto preconiza como uma das acções prioritárias, a requalificação de algumas vias de acesso peri-urbana e asfaltagem de estradas em alguns bairros para facilitar a mobilidade urbana. Para materialização de todas essas actividades o candidato da Frelimo ao município, apelou aos eleitores para depositarem um voto de confiança nele no escrutínio de 20 de Novembro. Mostra-se confiante na vitória.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom