Presidentes do município e da assembleia municipal de Nampula acusados de favoritismo
Escrito por Júlio Paulino   
Quinta, 25 Maio 2017 07:33

O edil e o presidente da Assembleia Municipal da Cidade de Nampula, Mahamudo Amurane e Munuel Tocova, são acusados de facilitar a atribuição do Fundo de Combate à Pobreza Urbana, a seus familiares, em 2016, num montante estimado em mais de 200 mil meticais, os quais nunca foram devolvidos.

Continuar...
 
MAM, que deve primeira amortização da sua dívida, não vai pagar segunda prestação
Escrito por Redação   
Terça, 23 Maio 2017 08:13

A empresa estatal Mozambique Asset Management (MAM), que não pagou em Maio do ano passado a primeira prestação da dívida da dívida de 535 milhões de dólares que contraiu no Vnesh Torg Bank(VTB) da Rússia, vai falhar nesta terça-feira o pagamento da segunda prestação e continua a negociar uma solução com os investidores, disse à agência Lusa fonte oficial. O montante é parte das dívidas de mais de 2 biliões de dólares contraídas entre 2013 e 2014 violando a Constituição da República e leis orçamentais.

Continuar...
 
Delegado político da Renamo preso por desobediência ao líder comunitário em Tete
Escrito por Redação   
Segunda, 22 Maio 2017 07:32

O delegado político da Renamo, maior partido da oposição em Moçambique, foi detido pela Polícia da República de Moçambique (PRM), há sensivelmente três semanas, no distrito de Mutara, na província de Tete, acusado de desobediência às ordens de um líder comunitário naquele ponto país, segundo relata a própria Renamo, que acusa igualmente a Frelimo, partido no poder, de orquestrar tal acto.

Continuar...
 
Dhlakama condiciona desarmamento de seus guerrilheiros à integração nas FADM e na PRM
Escrito por Júlio Paulino   
Quarta, 17 Maio 2017 07:19

O desarmamento do maior partido da oposição em Moçambique, a Renamo, depende da incorporação dos seus guerrilheiros nas Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) e na Polícia da República de Moçambique (PRM), anunciou, recentemente, em Nampula, o líder desta formação política, Afonso Dhlakama.

Continuar...
 
Edil de Nampula exonera vereadores
Escrito por Júlio Paulino   
Segunda, 08 Maio 2017 07:25

Vive-se um ambiente de tensão no Conselho Municipal da Cidade de Nampula (CMCN) devido à demissão de vereadores, alguns dos quais do partido Movimento Democrático de Moçambique (MDM) e nomeados quando o presidente Mahamudo Amurane assumiu o poder. Justifica-se a medida com a necessidade de dar prosseguimento às reformas em curso na edilidade e preparação das próximas eleições.

Continuar...
 
Subsídio aos transportadores só serviu para encher bolsos de corruptos em Moçambique
Escrito por Redação   
Terça, 23 Maio 2017 07:55

Os subsídios ao transporte público de passageiros, introduzidos em 2011 e suspenso em Abril deste ano, pelo Governo moçambicano, apenas serviram para encher os bolsos dos corruptos, o que agravou a carência de transporte e os problemas que assolam o sector, devido à falta de um mecanismo de controlo efectivo dos beneficiários desses mesmos subsídios.

Continuar...
 
Autárquicas 2018: Partidos políticos chamados a observar prazos
Escrito por Emildo Sambo   
Quinta, 18 Maio 2017 07:40

Os partidos políticos que pretendem concorrer nas 5a eleições autárquicas – todas ganhas pela Frelimo no meio de muitas contestações dos seus adversários – devem observar os prazos de entrega da documentação necessária, segundo impõe a Lei Eleitoral, com vista a evitar reclamações extemporâneas, apelou, nesta quarta-feira (17), em Maputo, Abdul Carimo, presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE).

Continuar...
 
Frelimo e oposição encerram actividades do Parlamento com discursos moderados
Escrito por Emildo Sambo   
Sexta, 12 Maio 2017 07:26

ArquivoEncerrou, esta quinta-feira (11), a V Sessão Ordinária da VIII Legislatura da Assembleia da República (AR). Os habituais discursos de ódio de ranger os dentes e de intolerância, que têm caracterizados momentos similares, foram deixados à parte. A tónica dominante nos pronunciamentos das lideranças dos três partidos parlamentares foram as dívidas ocultas contraídas no Governo do ex-Presidente Armando Guebuza e legalizadas pela Frelimo a contra gosto da oposição e a necessidade do restabelecimento da paz afectiva.

Continuar...
 
Primeiro-ministro mente no Parlamento sobre dívidas ocultas inscritas na CGE 2015 com anuências da Frelimo
Escrito por Emildo Sambo   
Sexta, 05 Maio 2017 08:18

Foto do Gabinete do primeiro-ministroO primeiro-ministro moçambicano, Carlos Agostinho do Rosário, faltou à verdade na Assembleia da República (AR), esta quinta-feira (04), ao afirmar que as dívidas com garantias do Estado, emitidas em 2013 e 2014, a favor das empresas MAM e Proindicus, “continuam efectivamente” destas duas firmas, por isso, elas “devem fazer de tudo” para pagá-las, supostamente porque o Estado é apenas fiador. O Tribunal Administrativo já deixou claro que “as garantias e avales constituem uma dívida pública indirecta e contingencial”, aliás outra dívida que era supostamente da EMATUM já custou aos moçambicanos mais de 100 milhões de dólares norte-americanos.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 74
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
http://www.Auto-Doc.PT
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.