Faixa publicitária
Moçambola: Maxaquene acaba com invencibilidade dos bi-campeões no Songo; UP e 1º e Maio acompanha Sporting na descida
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Desporto
Escrito por Adérito Caldeira  em 05 Novembro 2018
Share/Save/Bookmark

O Maxaquene acabou com a invencibilidade da União Desportiva no Songo mas não conseguiu estragar a festa de coroação dos bi-campeões nacionais de futebol. A Universidade Pedagógica de Manica venceu na derradeira jornada mas o empate do Ferroviário de Nacala empurrou os docentes para a despromoção juntamente com o Sporting de Nampula e o 1º de Maio de Quelimane.

A festa de consagração dos bi-campeões nacionais de futebol não foi ofuscada pela derrota imposta pelos “tricolores” que acabaram com a invencibilidade que os “hidroeléctricos” conservavam desde a época 2017. Faustino abriu o placar no início da 2ª parte mas não conseguiu silenciar o lotado campo no Songo que minutos depois viram Lau King igualar para a equipa anfitriã. Fachi fez o tento da vitória e garantiu o 5º lugar ao Maxaquene.

O Ferroviário de Maputo encerrou o Moçambola mostrando o seu pior com mais uma derrota, desta vez diante da ENH de Vilanculo, mas ficou com a 2º lugar.

A Liga consolidou o 3º lugar derrotando o Ferroviário da Beira. Ainda na 1ª parte Kabine abriu o placar emendando para o fundo das redes um livre bem apontado por Telinho no flanco direito. O mesmo jogador ampliou depois de ganhar a bola a um defensor “beirense” a meio campo, encaminhou-se para área e colocou longe do guarda-redes do Ferroviário. Ainda houve tempo para o marcador do costume, Telinho fez o terceiro no início da 2ª parte.

Na luta pela manutenção a Universidade Pedagógica de Manica recebeu no sábado (03) e derrotou o Sporting de Nampula, equipa que termina com um record de 55 golos sofridos e apenas 20 pontos, mas a vitória foi insuficiente pois em Gaza o Ferroviário de Nacala conseguiu somar um ponto numa partida sem golos.

Os “trabalhadores” de Quelimane também foram com tudo para a capital do país, impuseram-se ao Costa do Sol mas saíram do ninho do canário com apenas 1 ponto que lhe deixou no penúltimos lugar do Campeonato.

Eis as resultados da 30ª e última jornada:

Desportivo de Nacala 1-0 Incomáti

Universidade Pedagógica de Manica 2-1 Sporting de Nampula

União Desportiva de Songo 1-2 Maxaquene

Costa do Sol 2-2 1° Maio de Quelimane

ENH de Vilanculo 1-0 Ferroviário de Maputo

Liga Desportiva de Maputo 3-0 Ferroviário da Beira

Ferroviário de Nampula 3-1 Textáfrica

Clube de Chibuto 0-0 Ferroviário de Nacala

 

A classificação final ficou desta forma ordenada:

CLUBES

J

V

E

D

BM

BS

P

União Desportiva do Songo

30

17

6

6

38

26

58

Ferroviário de Maputo

30

17

3

10

30

23

54

Liga Desportiva de Maputo

30

15

6

9

38

25

51

Ferroviário de Nampula

30

13

9

8

45

32

48

Maxaquene

30

11

11

8

34

28

44

Clube de Chibuto

30

11

10

9

39

24

43

Textafrica

30

11

9

10

26

24

42

Costa do Sol

30

9

13

8

24

16

40

Ferroviário da Beira

30

10

9

11

37

29

39

10º

Desportivo de Nacala

30

10

8

12

24

25

38

10º

ENH de Vilanculo

30

10

8

11

21

27

38

12º

Incomati

30

8

11

11

19

22

35

12º

Ferroviário de Nacala

30

7

12

11

17

23

35

14º

Universidade Pedagógica de Manica

30

8

10

12

24

34

34

15º

1º de Maio de Quelimane

30

8

8

14

24

36

32

16º

Sporting de Nampula

30

4

8

18

19

55

20

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom