Faixa publicitária
Mundial 2018: Brasil é derrotado pela Bélgica e está eliminado
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Desporto
Escrito por Agências  em 07 Julho 2018
Share/Save/Bookmark

O Brasil deu adeus ao Campeonato do Mundo de futebol nesta sexta-feira ao ser derrotado por 2 a 1 pela Bélgica em jogo dos quartos de final, com um autogolo de Fernandinho abrindo caminho para uma derrota que encerrou campanha de uma equipe que chegou à Rússia cercada de expectativas de título e saiu mais uma vez frustrada.

Essa foi a terceira vez nos últimos quatro Mundiais que o Brasil foi eliminado nos quartos de final, mesma fase em que caiu em 2006 e 2010, tendo ido além apenas no Mundial de 2014 em casa, em que foi goleado por 7 a 1 pela Alemanha na semifinal.

O Brasil até começou a partida bem e teve a primeira chance de golo logo aos 7 minutos, numa cobrança de pontapé de canto de Neymar desviada por Miranda que chegou a Thiago Silva, mas o defesa não conseguiu finalizar como gostaria e mandou a bola na trave.

No entanto, a partir do autogolo marcado por Fernandinho apenas seis minutos depois, na sequência da cobrança de um pontapé de canto belga desviada na primeira trave por Kompany, os jogadores brasileiros pareceram sem forças para reagir ao baque.

Com Neymar em péssima partida, Coutinho apagado e Gabriel Jesus novamente inoperante no ataque, a seleção brasileira não conseguiu chegar ao empate, e nas poucas finalizações conseguidas ainda esbarrou em uma atuação segura do goleiro Courtois.

Os belgas, liderados por grande actuação do trio ofensivo Lukaku, Hazard e De Bruyne, aumentaram o sofrimento brasileiro ainda no primeiro tempo em um excelente contra-ataque aos 31 minutos puxado por Lukaku e finalizado com força e precisão por De Bruyne no canto do guarda-redes Alisson.

A necessidade de buscar inverter a desvantagem levou o Brasil ao ataque desde o início do segundo tempo, com a entrada de Firmino no lugar de Willian na volta do intervalo, e a selecção brasileira conseguiu pressionar os belgas dentro de sua própria intermediária durante boa parte da etapa final Jogadores brasileiros pediram a marcação de um penalti de Kompany em Gabriel Jesus aos 10 minutos, mas o árbitro sérvio Mirolad Mazic ignorou os apelos e o penalti não foi marcado, mesmo com revisão do árbitro de vídeo.

Logo depois Jesus deu lugar a Douglas Costa, em nova tentativa do técnico de Tite de chegar ao primeiro golo, mas os brasileiros foram tomados pelo nervosismo e erraram muitos passes, além de precipitarem finalizações que não levavam perigo.

Renato Augusto, que entrou no lugar de Paulinho, até conseguiu reduzir para o Brasil com uma bonita cabeçada em bola enfiada por Coutinho, mas o Brasil não conseguiu chegar ao segundo golo que levaria a partida para o prolongamento.

Nos minutos finais, Neymar também reclamou de penalti e o lance chegou a ser revisto pelo árbitro de vídeo, mas a penalidade não foi marcada.

Os belgas agora enfrentarão a França nas semifinais.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom