Faixa publicitária
Moçambola 2014: José Augusto já não é treinador do Têxtil de Púnguè
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Desporto
Escrito por Duarte Sitoe  em 26 Julho 2014 (Actualizado em 27 Julho 2014)
Share/Save/Bookmark

O treinador moçambicano, José Augusto, que assumiu o comando técnico do Têxtil do Púnguè, à entrada da 8ª jornada do Moçambola, já não é mais o técnico dos fabris da Manga, um dos representantes de Sofala no Campeonato Nacional de Futebol, o Moçambola.

Segundo a Radio Moçambique, o técnico abandonou o cargo de treinador daquela colectividade devido aos problemas que a direcção da mesma enfrenta desde a saída do Presidente Mahomed Akbar.

@Verdade apurou que o técnico não recebia os seus ordenados e, para agravar a situação, o clube deixou de pagar as despesas de alojamento e alimentação do treinador ao hotel em que ele está alojado desde que chegou a Beira, para treinar o Têxtil. Isso levou à instância hoteleira a despejar o técnico, facto que tomou a decisão de rescindir o contrato.

Além do técnico, segundo fontes próximas daquele emblema de Sofala, o adjunto Abdul Taibo também abandonou a equipa. Ivo Gonçalves ex-treinador do Estrela Vermelha da Beira e José Fernando são apontados como possíveis sucessores de José Augusto.

Por seu turno, os jogadores do Têxtil estão em greve, reclamando o pagamento de dois meses de salário em atraso, bem como dos prémios de jogos. Os atletas ameaçam não se fazer ao jogo deste domingo (27) contra o Estrela, para a 16ª jornada, caso direcção não resolva o problema.

De lembrar que, O Têxtil ocupa a 13ª posição do Moçambola, com 11 pontos em 15 jogos.

Comentários   

 
0 #1 Mouzinho Matola 28-07-2014 12:23
será que as pessoas que dirigem o clube estão interessadas com o destino do mesmo?
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom