Faixa publicitária
Basquetebol: Locomotivas acariciam o título de Maputo
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Desporto
Escrito por Redação  em 23 Dezembro 2013
Share/Save/Bookmark

Não há um sem dois, dizem. O Ferroviário de Carlos Niquice acaricia o título da Taça da Liga depois de um grande jogo, digno de uma equipa campeã, e está à beira de derrubar o sonho dos canarinhos de fazerem frente ao dominador absoluto desta competição. O Ferroviário de Maputo venceu o Costa do Sol por esclarecedores 78 -48, no primeiro dos três jogos da final da Taça da Liga. Uma vitória no jogo de mais logo, às 19horas no Pavilhão do Maxaquene, pode coroar um desempenho exemplar dos locomotivas ou colocar os canarinhos com uma palavra a dizer na luta pelo troféu em disputa.

Antes do jogo choviam prognósticos e análises tácticas que acreditavam que o Costa do Sol devia tornar o jogo lento, abrandar o ritmo e renunciar ao contra-ataque para travar o poderio do Ferroviário. Mas se essas são as suas armas. "Correr, correr e correr: há que seguir correndo", diziam no banco dos locomotivas no período de desconto para desmentir a táctica. Com defesa e velocidade a equipa de Niquice quebrou o adversário no primeiro assalto: 19-9. Edson Monjane tomou conta da partida.

O Costa do Sol pretendia inverter a ordem dos acontecimentos, mas não podia. O Ferroviário não deixava. Edson Monjane continuo dominante na zona das tabelas e contou com o apoio dos colegas para amordaçar qualquer espécie de reacção dos canarinhos. A primeira parte terminou com uma diferença de 22 pontos. 39-18.

No segundo tempo não há muita história para contar. Aconteceu mais do mesmo. O Costa do Sol incapaz de reagir viu os locomotivas a alargarem a sua vantagem. Contudo, é preciso alterar o nome dos protagonistas para escrever o mesmo roteiro. Ermelindo Novela, base armador, decidiu pegar no jogo e ser o protagonista. Pausou o jogo e desenhou uma teia na qual os canarinhos se deixaram enredar.  Edson Monjane foi o melhor marcador com 35 pontos, do lado do Costa do Sol o destaque vai para o extremo Miguel Bata que marcou 23 pontos. Com esta vitória os campeões da Cidade de Maputo estão a uma vitória de conquistar o certame, o segundo jogo da final joga-se esta segunda-feira (23) no pavilhão do Maxaquene.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom