Faixa publicitária
Mais de 400 pessoas executadas por Daech na Líbia
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - África
Escrito por Agências  em 09 Janeiro 2017
Share/Save/Bookmark

Mais de 400 pessoas, incluindo dois jornalistas tunisinos (Sofiéne Chorabi e Nadhir Ktari), foram condenadas e executadas na Líbia por ordem dum responsável da organização Daech na floresta da cidade líbia de Derna, onde os corpos estão escondidos, revelou à cadeia de televisão líbia "Hadeth" um dos membros do movimento terrorista.

Identificado como Abdelrarrazak Nacer Ali, o militante do grupo Daech (Estado Islâmico) afirmou ter acompanhado o grupo ao qual foi confiada a tarefa de executar a pena de morte afligida aos dois jornalistas tunisinos.

Os jornalistas foram detidos na zona de "Bawab Nour" antes de serem transportados para a Quinta "Ghafaar Sarih", nos arredores de Derna, disse.

Entre as acusações proferidas contra Sofiene Chorabi e Nadhir Ktari figura, nomeadamente, "a não observância do jejum do Ramadão", embora o seu rapto fosse inicialmente destinado a negociar a sua libertação contra a do "terrorista" Anis Al-Dik atualmente preso na Tunísia.

Ele indicou que Sofiene Chorabi foi degolado pelo Tchadiano Abou Abdallah e Nadhir Ktari executado a tiro por Ahmed, igualmente de nacionalidade tchadiana.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom