Faixa publicitária

É necessário que haja pessoas ou organizações que dêem a cara pelas manifestações, vamos criar um “movimento para salvar Moçambique”

Os moçambicanos que vivem na metrópole parece que enfim estão a sentir na pele quão clarividente têm sido os 40 ano...

Da Ditadura à Democracia, uma Estrutura Conceptual para a Libertação

Uma das minhas grandes preocupações por muitos anos, foi como as pessoas podem evitar e destruir ditaduras. Isso foi a...

No Comité Central, “não vimos qual é o plano que o presidente (Nyusi) vai adoptar no sentido de avançar com o diálogo” com o partido Renamo

Desde Agosto de 2015 que o diálogo entre o Governo de Moçambique e o maior partido de oposição parou. A guerra é um...

Salários só aumentam entre 4% e 12%, comida já aumentou mais de 20% em Moçambique

O pão que nos roubam no peso ficou 30% mais caro, a água que não é potável para a maioria do povo subiu mais de 15%...

Faixa publicitária
@Verdade EDITORIAL: Mas que teatro mal encenado!
  Domingo, 01 Maio 2016 09:31
Opinião - Editorial

O Governo moçambicano veio a público, nesta quinta-feira (28), na vã tentativa, de prestar algum esclarecimento sobre a situação das dívidas contraídas ilegalmente com o aval do Estado. Esperávamos que fosse o Presidente da República, Filipe Nyusi, o auto-intitulado “empregado do povo” a fazê-lo, até porque ele foi eleito para servir os moçambicanos. Mas este, que prefere emitir esgares a partir do estrangeiro, optou por enviar dois dos seus bobos da corte, nomeadamente o Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, e o Ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane.

Continuar...
 
Empréstimos milionários à revelia dos moçambicanos foram contraídos sem conhecimento da Assembleia da República para escondê-los da Renamo
  Sexta, 29 Abril 2016 08:49
Destaques - Democracia

Foto do Gabinete do PMNuma aparição que pode ser descrita como um acto de atirar areia aos olhos do povo, o primeiro-ministro, Carlos Agostinho do Rosário, veio a público, na quinta-feira (28), dizer que o Executivo contraiu secretamente empréstimos milionários para “financiar o desenvolvimento de infra-estruturas e segurança” e tudo aconteceu à revelia da Assembleia da República (AR) por “medo” da Renamo. O governante voltou a alegar que a improdutividade agrícola, as baixas exportações, as calamidades naturais e a tensão político-militar são responsáveis, nos últimos anos, pela precariedade vida dos moçambicanos.

Continuar...
 
Populares destroem casa e viatura de alegado criminoso em Tete
Destaques - Newsflash

Uma fúria popular resultou na destruição por fogo posto de uma residência e uma viatura de um suposto comprador de uma criança de sexo feminino, que foi encontrada sem vida e com os seus membros extraídos, supostamente para os efeitos supersticiosos. O facto ocorreu Sexta-feira última, na fronteira de Cuchamando (com o vizinho Zimbabwe), no distrito de Changara, na província central de Tete.

Continuar...
 
Xiconhocas da semana: Filipe Nyusi; Miquelina Victor; Polícia
Opinião - Xiconhoca

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Continuar...
 
Mais raparigas abandonam a escola em Malema
Destaques - Nacional

Pelo menos 273 raparigas abandonaram as aulas em diferentes estabelecimentos de ensino, este ano, no distrito de Malema, província de Nampula, supostamente para ajudarem os pais e encarregados de educação na machamba, facto que preocupa as autoridades de educação.

Continuar...
 
PGR abre (enfim) processos para averiguar a legalidade dos empréstimos avalizados pelo Estado moçambicano
Destaques - Democracia

A Procuradoria-Geral da República (PGR) de Moçambique tornou público nesta sexta-feira(29) que "procedeu à autuação de processos para averiguar a legalidade" da dívida externa ligada às empresas EMATUM, PROINDICUS e Mozambique Asset Management (MAM). As dívidas, que ultrapassam os 2 biliões de dólares norte-americanos, foram contraídas pelas empresas estatais junto à um banco suíço e outro russo com avales do Estado que violaram à Constituição e as Leis Orçamentais de 2013 e de 2014.

Continuar...
 
Pergunta à Tina: ainda não tive a menstruação, estou muito triste e preocupada
Vida e Lazer - Pergunte a Tina

Muito boa noite Tina. Estou muito preocupada, desde no dia 22 de Fevereiro de 2016 que estou no ciclo menstrual e até dia 14 ainda não tive a menstruação, estou muito triste e preocupada. Elisa.

Continuar...
 
Corpos espalhados perto de vala comum, vigiada pelas FDS, na Gorongosa
Destaques - Newsflash

Pelo menos 15 corpos estão visíveis, espalhados ao abandono na região da Gorongosa, perto de uma vala comum denunciada à agência Lusa por camponeses, numa zona fortemente vigiada por militares das Forças de Defesa e Segurança, testemunhou a Lusa no local. A presença dos militares não permite o acesso à vala comum onde, segundo camponeses, se encontram mais de cem corpos, mas são visíveis dezena e meia de cadáveres nas imediações, espalhados pelo mato e alguns deles despidos.

Continuar...
 
Mercado do Peixe em Nampula coberto de lixo
Vida e Lazer - Ambiente

Foto de Júlio PaulinoO Mercado do Peixe, sito no bairro de Carrupeia, arredores do município de Nampula, encontra-se abandonado. O lixo e capim tomaram conta do local, apesar de os fiscais da edilidade cobrarem a taxa diária aos vendedores, pelo exercício da actividade.

Continuar...
 
Pergunta à Tina: não consigo atingir orgasmo e gostaria saber si é normal?
Vida e Lazer - Pergunte a Tina

Olá Tina, sou uma jovem de 23 anos. Tenho uma vida sexualmente activa com o meu namorado há 3 anos. O problema e que não consigo atingir orgasmo e gostaria saber si é normal. Cristina

Continuar...
 

Notice: Undefined variable: showButton in /home/averdade/public_html/plugins/content/AddToAny.php on line 148
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
Faixa publicitária
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.