Faixa publicitária

Ministério do Interior fecha Moçambique ao Turismo

Centenas de cidadãos estrangeiros que escalaram a capital de Moçambique neste domingo(10), à bordo de um navio cruzei...

Serviço da Dívida Pública Interna vai custar 19,7 bis, montante é seis vezes maior do que alocação para Protecção Social em Moçambique

A proposta de Orçamento de Estado(OE) para o próximo ano prevê um montante inédito para o serviço da Dívida Públi...

Às escondidas, Governo de Nyusi aumentou preço da água potável em Moçambique

Notou que a factura de água ficou mais cara? O Governo de Filipe Nyusi aumentou, mais uma vez às escondidas, o custo d...

Município de Maputo sonha com Baixa mais turística, quase sem carros, elevador panorâmico e “Rambla” como Barcelona

Tendo o Turismo no horizonte o Município de Maputo pretende requalificar a Baixa da cidade. David Simango tem um ambici...

Faixa publicitária
Congresso do MDM “exige, com máxima urgência, a responsabilização dos autores do sofrimento do povo”
  Terça, 12 Dezembro 2017 08:33
Destaques - Democracia

Foto cedida pelo MDMO II Congresso do Movimento Democrático de Moçambique (MDM) “exige, com máxima urgência, a responsabilização dos autores do sofrimento do povo, especialmente, os envolvidos nas dívidas ocultas que acentuam e aprofundam a miséria, pobreza, fome e destruição da economia nacional”. Na reunião Magna, que decorreu na semana finda na cidade de Nampula, foram ainda revistos os Estatutos do Partido alargando de 60 para 84 o número de membros do Conselho Nacional, o seu órgão máximo.

Continuar...
 
Velhas estratégias para combater velhos problemas no comércio moçambicano
Destaques - Nacional

Os desmandos protagonizados pelos agentes económicos e/ou proprietários de alguns supermercados e estabelecimentos comerciais continuam arrepiantes e reúnem todas as condições para colocar a saúde dos moçambicanos pode estar em perigo. Segundo a inspectora-geral da Inspecção Nacional de Actividades Económicas (INAE), Rita Freitas, os problemas de higiene e limpezas, por exemplo, fazem-se sentir igualmente nos estabelecimentos comerciais que funcionam nos aeroportos do país, onde se esperava que a situação fosse saudável.

Continuar...
 
Investidos 6.2 milhões USD: Cornelder de Moçambique inaugura novo acesso rodoviário e parque de armazenagem de contentores
Destaques - Economia

O Terminal de Contentores do Porto da Beira passará a contar com um novo acesso rodoviário, bem como com uma área de 3 hectares para acondicionamento de contentores.

Continuar...
 
Ferroviário da Beira representa Moçambique na “Champions” de basquetebol masculino
Destaques - Desporto

Graças a um dos dois “wild cards” atribuídos pela Federação Internacional de Basquetebol o Ferroviário da Beira vai representar Moçambique na fase final da Taça dos Campeões Africanos em seniores masculinos que começa a ser disputada nesta segunda-feira(11) na cidade de Rades, na Tunísia.

Continuar...
 
Acidentes de viação continuam a matar...
Vida e Lazer - Motores

Ao menos 10 pessoas perderam a vida e outras 50 ficaram feridas, das quais 18 em estado grave, devido a 24 acidentes de viação, na última semana de Novembro, em Moçambique, onde estudos sugerem que as regiões sul e centro são as mais propensas à ocorrência de acidentes de carros, porém, prevalece a falta de responsabilização.

Continuar...
 
Produtos contrafeitos abundam nos mercados de Maputo
Destaques - Nacional

Há cada vez mais produtos falsificados colocados à venda nos mercados moçambicanos, em particular na cidade de Maputo. Os mesmos vão desde produtos alimentares, passar por bens de consumo, até aos artigos de escritório. A Inspecção Nacional de Actividades Económicas (INAE) diz que está a fazer o trabalho que lhe compete com vista a travar este tipo de desmando, mas a situação é preocupante e, algumas vezes, tem enfrentado dificuldades para impor a ordem.

Continuar...
 
SELO: Negros: Filhos de Kemet em busca de um lugar construído pelos seus ancestrais - Por Raul Barata
Vozes - @Hora da Verdade

Os 500 anos de colonização e neles os de escravidão, donde o negro foi lhe retirada toda a sua dignidade e tudo o que lhe fazia ser humano, desde a sua terra, a língua, a identidade, a cultura, os hábitos, costumes, educação, seu nome, sua face, etc., não foram suficientes para apagar a sua história e o seu legado neste planeta que ele viu desenvolver.

Continuar...
 
“Ngoma Moçambique”: “Canção mais popular”, atribuída a Mr. Bow durante quatro anos, já pertence a Lourena Nhate
Vida e Lazer - Cultura

Os vencedores do concurso da música ligeira moçambicana, o “Ngoma Moçambique” – edição 2017 –, foram anunciados na última sexta-feira (08), numa gala, em Maputo. A maior condecoração, que é a da “melhor canção”, ficou nas mãos de Cambezo, que concorreu com o tema “Utumbi”. Os prémios revelação feminina e masculina – atribuídos a artistas que concorrem pela primeira vez – ficaram com para Rodália e Valdemiro Albino, respectivamente.

Continuar...
 
Sem vergonha e liderança (muito)pouco se pode combater a corrupção
  Sexta, 08 Dezembro 2017 08:36
Destaques - Democracia

Foto de Emildo SamboOs funcionários afectos a diferentes instituições públicas na cidade de Maputo lesaram o Estado em 3.550.327 meticais, devido a actos de corrupção, de Janeiro a Novembro deste ano, segundo a governadora Iolanda Cintura. Para o jurista e jornalista Tomás Vieira Mário, esta situação pode ser indicativo de que “se você não rouba do Estado é considerado tolo (...) , cobarde” e o pior de tudo é que a distinção entre o bem comum e individual” esfumou-se. Por conseguinte, corrupção tornou-se uma maneira de viver de que poucos ou ninguém se envergonha.

Continuar...
 
“Caso FDA”: “manda-se os réus em paz para casa” ou o Ministério Público convence o tribunal de que houve crime?
  Quinta, 07 Dezembro 2017 09:34
Destaques - Democracia

O processo-crime número 92/2016, no qual 24 co-réus – entre eles ex-funcionários do Fundo de Desenvolvimento Agrário (FDA), a respectiva antiga Presidente do Conselho de Administração e demais pessoas alheias à mesma instituição – são julgados pela Sétima Secção do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo (TJCM), indiciados de roubo de cerca de 170 milhões de milhões, chega ao fim a 20 de Dezembro em curso, com a proferição da sentença pelo juiz Alexandre Samuel, caso ele não decida, por alguma razão, prorrogar a decisão. A defesa acusou, vigorosamente, o Ministério Público (MP) de ter sido mero expectador na investigação criminal, o que coloca em mãos alheias os seus créditos de titular da acção penal.

Continuar...
 

Notice: Undefined variable: showButton in /home/averdade/public_html/plugins/content/AddToAny.php on line 148
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
http://www.Auto-Doc.PT
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.